Augusto Neves: “a suspensão do comandante dos Bombeiros está relacionada com questões administrativas”

28/08/2013 00:00 - Modificado em 27/08/2013 23:19

comandanteA 29ª edição do Festival de Música da Baía das Gatas não contou com a presença do corpo dos Bombeiros de São Vicente e na sequência dessa situação, o comandante João Barros foi suspenso do cargo. Para o presidente da CMSV, Augusto Neves, a suspensão do comandante enquadra-se numa questão de disciplina que teve como base questões administrativas.

 

Em conferência de imprensa para fazer o balanço do festival, o edil Augusto Neves assegurou que “o problema com os Bombeiros foi uma surpresa para a Câmara Municipal, mas que foi resolvido rapidamente porque tivemos um grande apoio das Forças Armadas e da Polícia Nacional e ainda contámos com os serviços mínimos do pessoal dos Bombeiros”.

O presidente da CMSV avança que está a decorrer um inquérito para apurar os factos que determinaram a ausência dos Bombeiros Municipais no Festival. “O problema foi ultrapassado com a colaboração das FA, da PN e com o recurso aos nossos equipamentos. E, neste momento, está-se a proceder a um inquérito para ver o que terá levado ao comportamento da comissão que foi criada. Pois houve tempo suficiente para discutirmos e ultrapassarmos essa questão”.

Mistério

Questionado sobre as razões que terão provocado a ausência dos Bombeiros na 29ª edição do Festival de Música da Baía das Gatas, Augusto Neves sublinha que o inquérito mandado instaurar pela edilidade vai apresentar os factos. O edil garante desconhecer as razões, mas que teve conhecimento havia um problema com o pessoal de serviço e que a suspensão do comandante João Barros está relacionada com questões administrativas.

“Fizemos um plano idêntico ao ano anterior, pelo que se pedia mais gente, mas não podemos inventar mais pessoas que aquelas que estão ao serviço dos Bombeiros. A suspensão do comandante está relacionada com questões administrativas e já está a decorrer um processo de averiguação, pelo que no final poder-se-á avançar com alguma informação” explica Augusto Neves.

Responsabilidade

O presidente da CMSV assegura que o Festival é uma grande responsabilidade quer para os munícipes, quer para os funcionários da Câmara Municipal e para os agentes que estão de forma directa envolvidos na sua organização.

“Pelo que na segunda-feira mandámos abrir um inquérito de averiguação, apesar de termos resolvido o problema da falta dos Bombeiros com o apoio das instituições referidas anteriormente. Mas é certo que estávamos preparados, pelo que os nossos camiões de água e uma ambulância estavam na Baía e havia pessoal para garantir a segurança e a prestação dos serviços” conclui o edil.

 

  1. Maurino C.B. Delgado

    O problema é disciplinar ou laboral? A suspensão do chefe dos bombeiros é medida necessária para resolver o conflito? Por que razão o Presidente limita-se a dizer que a medida é administrava mas não avança as razões que fundamentam o despacho, como manda a lei? O trabalho dos Bombeiros é muito importante pela especificidade do serviço que prestam. Um conflito laboral que não seja bem resolvido é a população que sofre as consequências que poderá ir ao extremo de perda de vidas. Os bombeiros precisam dos recursos humanos e materiais para um serviço satisfatório. Quem contata os bombeiros sabe que esses recursos não existem.

  2. DÉRCIO SANTOS.

    O lugar dos Bombeiros é no Quartel é só em Cabo Verde que os Bombeiros tem que se deslocar para as praias de mar fazer os seus serviços e de outros agentes de autoridades.
    Podem fazer prevenção mas não fiksação.

  3. Oi Na Melon

    O mais engraçado é que muita gente nesta terra não está atenta aos acontecimentos do dia a dia. Se não vejamos: Este comandante, há muito tempo que tinha sido acusado nos jornais, de gestão danosa nos bombeiros, por diversas vezes. O nosso Presidente de Câmara nunca fez nada, protegendo claramente o fulano. Mas no dia que o comandante resolveu dizer não ao Presidente, (neste caso concreto da Baía das Gatas) o Sr. Presidente resolve suspende-lo com 1 desculpa esfarrapada. Pura Vingança.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.