Dois “caçubodistas” condenados a quatro anos de prisão

28/08/2013 00:10 - Modificado em 27/08/2013 23:28
| Comentários fechados em Dois “caçubodistas” condenados a quatro anos de prisão

prisao7O Tribunal da Comarca de São Vicente procedeu à leitura da sentença de um processo que envolvia dois indivíduos que assaltavam pessoas na ilha de São Vicente. Os suspeitos eram acusados da prática de três crimes de roubo contra pessoas e não escaparam à prisão efectiva porque são reincidentes nessa matéria.

Os arguidos foram identificados pela Polícia Nacional na sequência de um processo de averiguações. Os dois jovens de 23 e 27 anos, tinham assaltado uma mulher, pelo que os agentes da PN conseguiram recuperar os objectos. Com a realização de diligências, as autoridades vieram a descobrir que os mesmos praticaram mais dois assaltos contra pessoas.

Perante os factos relatados em Tribunal com base nas testemunhas arroladas ao processo-crime e nas provas recolhidas durante a audiência de julgamento, o juiz concluiu que os arguidos tinham ligação ao fenómeno do “caçubody” e que andavam pelas ruas da cidade do Mindelo à procura de cidadãos para lhes roubar os pertences.

Neste sentido, o magistrado decidiu condenar os indivíduos a uma pena de prisão efectiva, pelo que os jovens vão passar quatro anos na prisão. Segundo o juiz, não havia condições para deixá-los em liberdade porque constituem um perigo para a sociedade, uma vez que são reincidentes em matéria de roubos.

Por razões de prevenção geral, o magistrado sublinhou que “foi necessário fazer justiça com equilíbrio, pois a situação é bastante grave. Os arguidos terão de fazer uma reflexão sobre o seu comportamento e traçar um caminho para a reintegração social quando cumprirem a sua pena”.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.