Homem incendeia pela segunda vez a casa do irmão

31/05/2012 01:44 - Modificado em 31/05/2012 01:44

O indivíduo, de 33 anos de idade, acusado de ter ateado fogo numa residência em Alto Mira, interior do Porto Novo, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, confirmou hoje uma fonte judicial.

 

O indivíduo foi apresentado, terça-feira, 29, ao Tribunal Judicial da Comarca do Porto Novo que adoptou a medida de coação mais gravosa – a prisão preventiva.

O suspeito é acusado de ser autor de um incêndio que deixou, praticamente, destruída a casa onde viviam o seu irmão e a respectiva família.

Segundo uma fonte da Esquadra Policial do Porto Novo, esse indivíduo cometeu o mesmo crime pela segunda vez, ou seja, incendiar a mesma a casa, que havia sido recuperada. O arguido havia sido condenado a um ano de prisão, de onde tinha saído há três meses.

  1. Tafu

    Ai pessoas de S.Antão são incríveis por tudo e por nada são rancorosos por natureza,mas é de admirar porque incêndio eles só falam em magia negra esses então não gostam?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.