Um tributo à cidade do Porto Novo

26/08/2013 00:37 - Modificado em 26/08/2013 00:37
| Comentários fechados em Um tributo à cidade do Porto Novo

porto novo 2013A 26ª edição do Festival de Música dos Curraletes saudou o dia do Município do Porto Novo, evento organizado com a prata nacional. O certame contou com a presença de artistas da ilha de São Vicente e de nível nacional. Ferro Gaita e Zé Delgado afiguraram-se como os músicos que encabeçaram o cartaz de um festival virado para todos os géneros musicais e para agradar o público que quis participar no tributo à cidade do Porto Novo.

 

A noite de sábado teve como ponto alto uma sentida homenagem aos portonovenses, pelo que Zé Delgado, Ferro Gaita, Uziel Sança fizeram vibrar o público que nesta edição de 2013 superou os números registados nos anos interiores. Ferro Gaita com o seu estilo de funaná eternizou canções que marcam o seu histórico musical e ainda dedicou a música “Mamãe Joana”, cantada pelo grupo Cordas do Sol à presidente da CMP, Rosa Rocha.

 

O artista Zé Delgado subiu ao palco com um leque de músicas que fizeram o sucesso do grupo X-Treme de que fez parte, bem como canções dos álbuns a solo e ainda vibrou o público presente no areal da praia dos Curraletes com músicas do seu recente álbum “Gota d´Sol”.

 

Uziel Sança e Tecla 2 seguiram as pisadas das duas actuações anteriores, tidas como o ponto alto do festival pela comissão organizadora, a par do grupo Cordas do Sol. Tecla 2 trouxe ritmos quentes e Sança com o seu álbum “Nha Stória” e com o impulso do ritmo Zouck conquistou os fãs.

 

O grupo Irmãos Unidos do Porto Novo teve uma boa actuação na homenagem ao Município, bem como a Banda de São Nicolau. Para as crianças, a organização garantiu a participação do projecto Papagaio & Moranguitas. SAT Black trouxe a dança para o palco e para os amantes do Hip Hop houve direito de ouvir o Projecto Porto Novo e Expavi & Nana, Batchart.

 

O grupo Cordas do Sol ficou encarregue de fechar a 26ª edição do festival dos Curraletes com chave de ouro, mas antes do reggae, foi ouvido com Domu Afrika um projecto de reggae music, nascido na cidade do Mindelo que dá voz ao poder da palavra, à intervenção social e à celebração da vida através da música enquanto linguagem universal.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.