Por mérito vai receber bolsa de estudo

16/08/2013 04:57 - Modificado em 16/08/2013 04:57

Valéria Tavares_segunda melhor aluna de Cabo Verde_A Escola Secundária Jorge Barbosa, na ilha de São Vicente, foi premiada na gala Mindel Awards com o título de melhor liceu em 2012 pelo que, chamado a receber o prémio, o director António Delgado aproveitou a ocasião para lançar um alerta: “devemos premiar o mérito na atribuição das bolsas estudo”. O desabafo do director que subiu ao palco com a aluna Valéria Tavares, a segunda melhor aluna de Cabo Verde, deveu-se ao facto desta não ter sido premiada com uma bolsa de mérito.

 

António Delgado não teve “papas na língua” e deixou um recado aos responsáveis pela atribuição das bolsas para passarem a premiar o mérito e não terem como critério a vertente financeira dos pais dos alunos. O director da Escola Secundária Jorge Barbosa defendeu que a aluna Valéria não teve direito a uma bolsa de estudo devido à condição financeira dos pais.

 

O NN apurou que o recado de António Delgado chegou a quem de direito, neste caso à Direcção-Geral do Ensino Superior que, através do seu director-geral, Arnaldo Brito veio a público declarar que houve “má interpretação na análise dos documentos enviados pela aluna Valéria Tavares”.

 

Em declaração à TCV, Arnaldo Brito assegurou que “ela pode confiar que estamos a trabalhar com todo o sentido de responsabilidade e transparência, porque os resultados foram publicados. Nós admitimos que pode ter havido interpretação que não foi a mais adequada, mas há documentos que nos foram apresentados que informavam que o pai tinha um salário que ao câmbio era de cerca de 188 contos. Com esse valor, ficava de fora, pelo que admitimos que houve uma falha de interpretação, mas o certo é que os outros candidatos tinham valor abaixo dos 100 mil escudos”.

 

Por causa do rendimento do pai, Valéria Tavares, que tem uma média acima dos 19 valores, esteve à beira de ficar sem a sua bolsa de mérito, que “por norma lhe pertence, uma vez que essa distinção deve obedecer aos critérios de premiação dos melhores alunos. E a nível nacional, a aluna do ESJB, que este ano conclui o 12º ano, foi o segundo melhor aluno de Cabo Verde”.

 

Neste sentido, a Direcção-Geral do Ensino Superior anunciou que Valéria vai receber uma bolsa na Universidade de Coimbra em Portugal para prosseguir os estudos.

  1. Nelson Faria

    O mérito é o mérito… não vale a pena adicionar critérios ao mérito.. sugestão: 5 bolsas a 10 bolsas atribuidas unica e exclusivamente pelo critério mérito académico.

    PS: passei pela mesma situação

  2. Justo

    É um assunto complicado, se calhar es tem que altera ques norma e lei de quem tem direito ou não a bolsa, porque vejamos, imaginem que tem 2 pessoa com condições financeiras diferentes e com diferença minima de nota, imaginemos (um com 19 e outro com 18,9) e quel que melhor condição e com capacidade para arcar que se estudo tem melhor nota e el te ganha bolsa, kel ot agora, sem capacidade de sustentabilidade te fca sem bolsa. e um bocadim injusto não acham? injusto e egoista tambem

  3. Pedro Tomás Mota

    Quem ganhou bolsa de mérito foi a aluna e não os Pais. Os Pais podem até ser milionários, mas nada tem a ver com aquilo que a aluna ganhou, basta dizer-se mérito.
    Sucessos Valéria e tira melhor proveito dos estudos.

  4. António

    Mérito é mérito! regulamento é regulamento! rendimento é rendimento! se existem diferenças elas devem ser respeitadas, e elas devem estar claramente regulamentadas! quem cria e alimenta esses imbróglios são os responsáveis pela seriação e pela seleção que, com o devido respeito, parece gostarem dessas “historinhas”, tipo aquele treinador que alinha jogador fraco para poder fazer grande substituição, em vez de levar o melhor desde o início, ou então andam a testar as pessoas.

  5. Guellas

    merito significa merecimento….
    falei tudo

  6. Lima

    Então tua sugestão era eliminar bolsa de mérito. Mérito é mérito que se arranje condições para bolsa de estudo para a que teve 18,9.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.