Navio Terry Tres : Biosfera I alerta para os riscos de um desastre ambiental

13/08/2013 03:00 - Modificado em 13/08/2013 07:48

terry tresO presidente do Biosfera I, José Melo esteve na ilha de Santa Luzia e de regresso à cidade do Mindelo lança um alerta às autoridades sobre o estado do navio Terry Tres encalhado a sul da praia Francisca: o cargueiro panamense está a vazar óleo e gasóleo no mar, pelo que se está à beira de um desastre ambiental numa das maiores reservas naturais de Cabo Verde, caso as entidades competentes não encontrarem uma solução para remover o navio da ilha de Santa Luzia.

 

José Melo sublinha que a bordo da embarcação estão produtos poluentes que podem derramar no mar a qualquer momento porque o Terry Tres está a ser arrastado pelas correntes do sul e explica que a situação de derrame ainda não ocorreu devido ao facto do navio possuir “duplo-casco”, mas que no local já são visíveis vestígios de óleo e gasóleo.

 

De acordo com o presidente da Biosfera I “essa embarcação contém ainda 45 toneladas de gasóleo depositados em tanques de plástico, ainda temos no tanque primário sete toneladas de gasóleo, bem como 15 toneladas de água oleosa. Este material ainda não foi parar ao mar, porque o navio tem duplo-casco, mas o certo é que este poderá romper-se a qualquer momento devido às fortes ondas. Esta semana o navio deslocou-se de vários metros, com a popa a ter 30 graus em direcção à praia”.

 

José Melo garante que devido a esta situação, a tripulação de segurança que foi colocada a bordo do Terry Tres optou por fazer a vigilância nocturna a partir da praia, porque estão com receio que o navio possa virar com eles no interior da embarcação.

 

O presidente da Biosfera I sublinha que vai haver novas ondulações “swell” durante o Verão e que irão afectar a ilha de Santa Luzia. José Melo diz não entender a razão pela qual as autoridades continuam sem fazer nada para remover o navio da ilha de Santa Luzia. “Quando se verificar o inevitável acredito que aparecerá alguma autoridade a afirmar que se tratou de uma fatalidade, mas eu chamarei aquilo de incompetência”.

 

José Melo conclui dizendo que em qualquer parte do mundo as autoridades marítimas já teriam exercido o próprio poder para obrigar o armador ou a segurança a remover o navio do local que é considerado a principal praia de desova de tartarugas em Cabo Verde.

  1. Anela

    A ilha de Sao Vicente, vizinha da ilha onde esta se passando o acontecido, depende das aguas do mar para a sobrevivência de todos os seus habitantes. Caso o alerta não seja ouvido pelas autoridades competentes, e o desastre ambiental aconteça, como ficará a vida nesta ilha…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.