Hotelaria : A crise segue depois do Festival da Baía

8/08/2013 03:49 - Modificado em 8/08/2013 03:49
| Comentários fechados em Hotelaria : A crise segue depois do Festival da Baía

balanca dinheiroNesta época de Verão, o NN saiu à rua para conhecer os programas específicos implementados pelos hotéis sediados na ilha de São Vicente. Todos os responsáveis pela gerência destes hotéis queixam-se da fraca movimentação durante o ano inteiro. Apesar da época de mais calor registar um aumento de turistas e emigrantes, isso não significa melhorias financeiras para estas empresas hoteleiras. Todos foram unânimes em afirmar que a conjuntura económica desfavorável, as passagens áreas e as taxas praticadas nos hotéis, que são caras, são os principais factores que condicionam os seus lucros. A época de maior pico de ocupação e de venda para os hotéis coincide com a realização do Festival Internacional da Baía das Gatas.

O responsável pela recepção do Mindel Hotel, Manuel Santos disse ao NN que o hotel durante a época alta pratica uma mega promoção com o intuito de promover os serviços prestados pelo mesmo. “Nesta época alta adoptamos uma mega promoção que inclui alojamento com refeição a preço de alojamento que vai de 25 de Julho a 14 de Agosto. Para quartos standard de categoria single (7.980$00), para quartos double (9.560$00). E dentro da categoria júnior suite single o preço é de 8.520$00 enquanto que passa para 10.650$00 no caso do double. Já a suite single custa 13.400$00 e a double 15.530$00.

Estes preços dão a oportunidade de escolher entre pequeno almoço, almoço ou jantar e transfer do Aeroporto – Hotel – Aeroporto e a isenção da tarifa sem a taxa de contribuição turística de 220$00 por noite, conta o responsável por esta unidade turística.

Já Francisco Lamas, Gerente do Hotel Don Paco, diz que no Verão a promoção é para os clientes que procuram os seus serviços durante todo o ano.

Segundo este gerente, na época alta o hotel baixa os preços para a promoção dos pacotes turísticos que vai de Maio até Setembro de cada ano.

Lamas afirma que ao contrário do que se verifica, o período de maior lucro, ou seja, de maior ocupação é no Inverno. Isto no período compreendido entre Outubro e Maio, devido ao contrato estabelecido com operadores turísticos.

Lamas considera também que “o festival da Baía das Gatas é o pico de venda no hotel Don Paco”.

O director do Hotel Porto Grande, Filipe Nazaré explica que as passagens para São Vicente são mais caras das cobradas para qualquer destino turístico. ”Na época alta os preços são de 800 euros incluindo hotel e outras taxas, o que não compensa para nenhum turista”. Filipe também aponta o turismo citadino e o turismo de massa para as ilhas do Sal e da Boa Vista como condicionantes para o desenvolvimento desta área na ilha.

Para este director, até ao mês de Junho a taxa de reservas turísticas é fraca. Na época baixa, a direcção adopta um programa fixo de agenda que vai de segunda a quinta-feira com a exibição de cinema ao ar livre, jardim da cerveja e outros eventos que constam da agenda do hotel Porto Grande.

Na época de Verão há concertos de artistas nacionais. Para o director do Hotel Porto Grande, no Verão existe a campanha de baixa de preços de descontos que varia de 40 a 50 %. Esta promoção vai de Junho até Outubro para turistas, empresas e entidades turísticas.

Filipe Nazaré afirma que com esta campanha de Verão não se registou nenhum aumento de hóspedes por causa do aumento dos preços dos bilhetes aéreos de 500 para 800 euros neste período do ano. Neste mês, com a realização do evento musical Festival da Baía, a taxa de ocupação aumentou para o seu valor máximo.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.