Liderança do PAICV em 2015: Filú, o Delfim , a Delfina e os outros

6/08/2013 02:31 - Modificado em 6/08/2013 02:31

felisberto vieiraOs dados de Filú estão lançados num tabuleiro de muitos apetites e vontades de acertos de contas com o passado recente. Mas Filú é um político de vitórias impossíveis e derrotas improváveis,num tempo em que não pode mais ser segundo ejá não tem a eternidade para conseguir ser primeiro.

 

Sem supresa Felisberto Vieira, deputado e actual vice-presidente do PAICV anuncia a sua candidatura a liderança do PAICV para 2015, numa entrevista ao jornal ASemana. Filú, que normalmente faz bem o seu trabalha de caso, começa por esconjurar alguns fantasmas que ele próprio ajudou a criar ao apelar a um “amplo compromisso geracional, que possa conduzir o PAICV e Cabo Verde para novos horizontes. “ E claro que que seria liderado por ele, pois “estará sempre disponível a ajudar a viabilizar um projecto credível”. E puxando do caderno de casa mostra aos possíveis adversários o perfil do presidente do PAICV em 2015 “o candidato a presidente do PAICV não se resume apenas à questão pessoal, à ambição individual e ao encaixe de um Delfim e/ou uma Delfina”. E encerra a página do caderno de casa com a seguinte conclusão “O partido não é casa de uns mais do que é de outros, mas sim pertença de todos, com as mesmas oportunidades e iguais legitimidades. O futuro líder, tal com o actual líder, tem de mobilizar, criar sinergias e federar diferenças. Tem de construir consensos e pontes de diálogo. Tem de fazer o trabalho de casa e o trabalho em casa” E é nesse ponto que o jornalista da Semana, que está a conduzir, saca de mais um fantasma do PAICV criado por Filú “O facto de ter estado ao lado do grupo de dirigentes que apoiou a candidatura de Aristides Lima à Chefia do Estado de Cabo Verde não afectará a sua candidatura à presidência do PAICV? Feita a pergunta, Filú responde a questão que lhe será feita mil vezes quando se apresentar com o “ federador das vontades do PAICV “:É uma grande falácia. Ter apoiado o Camarada Aristides Lima, no âmbito daquele processo eleitoral, com o devido respeito a todos, não constitui demérito, nem perda de pontos. Quanto aos focos de “resistência”, é preciso não se confundir a árvore com a floresta. Assim como ninguém ficou mais ou menos pontuado por ter apoiado o Camarada Manuel Inocêncio Sousa ou o Camarada David Hopffer Almada, quem apoiou o Camarada Aristides Lima não fica nem mais, nem menos prestigiado. Há que colocar as coisas em perspectiva. Somos um partido de cidadãos e da cidadania. Houve, na estrutura estratégica e táctica do Partido, um erro global na gestão da pluralidade que descambou em diferendo. O demérito foi colectivo e não se compadece com razões pequenas e oportunistas de uns e de outros. Todos, distribuindo o mal e o bem pelas aldeias, não podemos mais repetir esse erro táctico e estratégico, que é algo a corrigir em 2016.”

Como disse o outro ao atravessar o Rubicão: Os dados estão lançados.Melhor: os dados de Filú estão lançados num tabuleiro de muitos apetites e vontades de acertos de contas. Mas Filú é um político de vitórias impossíveis num tempo em que não pode mais ser segundo e não tem a eternidade para conseguir ser primeiro .

 

  1. Soncente

    FILU DEVIA ESTODE ERA NA CADEIA DAS TRAFULHAS E MAFIS QUE FEZ DURANTE O SEU MADATO COMO PRESIDENTE DA CMPRAIA.
    ESTE SENHOR É VERCPGONHA DO PAICV. FÓRA COM ELE. HA JOVENS CAPAZ NO PAICV COM IDEIAS NOVAS.
    ELE BA CME POMBA TA FCAL AMDJOR.

  2. Eduardo Oliveira

    “Filu c’est un filou”. Com gente desta estirpe e o partido ùnico não tem bandido ùnico. Paigc, como o MpD, precisa de gente nova que não esteja comprometido com trafulhices. Paigc não é para uns e pode-se dizer que jà não é para Cabo Verde. Jà sabotaram a terra e têm de entregà-la a técnicos e a pessoas sérias para uma nova direcção para a felicidade do povo e não para o preenchimento de bolsos. BASTA !!!

  3. ESqui

    Filu ba come pomba na Tchada Grandi bu dexanu em paz.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.