Braço de ferro com ministro da Justiça como observador: PN deixa cinco presos à porta da cadeia da Ribeirinha

5/08/2013 00:02 - Modificado em 5/08/2013 00:23

policia bicA PJ já não leva presos da cadeia da Ribeirinha para interrogatório .A BIC deixa os presos à porta do presídio. Isto, porque não aceitam serem revistados para entrarem na cadeia da Ribeirinha . E o ministro da Justiça assiste …como observador .

Agentes da Brigada de Investigação Criminal (BIC) deixaram à porta da Cadeia da Ribeirinha cinco presos enviados pelo Tribunal para cumprirem prisão preventiva. Isto porque os agentes da BIC se recusaram a serem revistados para poderem entrar no estabelecimento prisional e fazerem a entrega dos presos. Na sexta-feira, 02, os agentes da BIC acompanharam cinco presos que por decisão judicial deveriam aguardar julgamento em prisão preventiva na cadeia da Ribeirinha. De acordo com as novas regras desse estabelecimento prisional, os agentes da PJ, PN, oficias de justiça, advogados e os próprios guardas prisionais passam a ser revistados à entrada. Só que os agentes não aceitaram a revista e decidiram deixar os presos na portaria da prisão então efectuaram a entrega “conforme estabelece a lei”. O NN sabe que o comando da PN em São Vicente não vai aceitar que os seus agentes no “cumprimento do dever sejam revistados à entrada do presídio em violação do que está estabelecido na lei“. E assim, a PN vai continuar a deixar os reclusos na portaria da cadeia da Ribeirinha. A PJ já tinha tomado a mesma atitude quando os guardas prisionais tentaram revistar agentes que foram à Ribeirinha buscar reclusos para interrogatório.

O NN sabe que a decisão da nova gestão do presídio não caiu no agrado da Procuradoria da República, do Departamento da Polícia Judiciária, da Polícia Nacional e dos próprios agentes prisionais, uma vez que à luz da lei trata-se de uma “ilegalidade”, pois os regulamentos não permitem que se adoptem medidas de segurança dessa natureza contra agentes da autoridade. Por enquanto, assiste-se a um braço de ferro com o ministério da Justiça como observador.

 

  1. Curioso

    É simples, só abrir o portão, o carro da PJ, PN ou outro, encosta a parte de traseira no portão e apartir daí os guardas tomam conta dos presos. No problem

  2. HL

    Devem Revistar os advogados. Esses sim são capazes de fazer tudo por dinheiro e são responsáveis pelo aumento do crime em Cabo Verde. Os Policias colocam a sua integridade física em perigo, para prenderem os bandidos para esses advogados colocarem cá fora de novo.

  3. policialatento

    O Jair Duzentas devia era tomar juizo, porque sempre foi um individuo conflituoso, que praticamente nunca trabalhou na polícia como um verdadeiro policial, sempre queixando melícias, foi transferido várias vezes por este tipo de comportamento. Devia aprender com os mais velhos que encontrou na Cadeia Civil, para ajudá-lo a resolvber o clima dew intranquilidade em vez de mostrar a sua frustração e o seu complexo de superioridade. Em São Vicente sempre houve um bom clima de parcveria e tranquilida.

  4. carcereiroatento

    duidado para não te queimares

  5. Mindelense

    Muito bem colocado HL, assino em baixo, podes crer que um dos responsáveis, em grande parte, pela violência em Cabo Verde, são os advogados que continuam insistindo em defender os criminosos, bandidos, assassinos, traficantes, etc….No dia que esses mesmos bandidos começarem a atacar os seus familiares, aí eu quero ver? Sabendo que é difícil isso acontecer já que, esses bandidos nao irão contra os advogados que são coniventes com a criminalidade deles……

  6. Lino Pereira

    Não vejo muitas dificuldades nisto. A Penitenciária possui uma equipa de Guardas prisionais, que estão preparados para fazer a guarda e acompanhamento dos presos. Seria muito bom, tanto para a PJ, como para a PN, se fossem dispensados de acompanhar /conduzir os presos. Assim ficaria bem claro que as armas e as drogas que entram na cadeia são levadas pelos Guardas Prisionais e ficaria mais fácil para a Direcção da Cadeia, ou mesmo o Ministério da Justiça tomar as medidas que a situação impuser.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.