Zezinho Catana terá confessado a autoria da morte de Amâncio Maniche

2/08/2013 02:06 - Modificado em 2/08/2013 02:06

fala muito
Uma investigação do NN publicada no dia 2 Julho colocava Zezinho Catana no cenário do crime que envolvia o desaparecimento de Amâncio Maniche ocorrido em 27 de Agosto de 2011. O NN sabe que a PJ levou a sério as denúncias dos familiares e parte da nossa investigação, no tocante às datas e à ligação de Catana com Maniche.

 

Mas para a PJ, na altura, o perfil de Maniche não se encaixava no perfil das vítimas de Catana visto “que Maniche não era uma pessoa dócil, tipo ‘coitada’ ao gosto de Catana”. Mas colocar Zezinho no cenário do crime e como suspeito de mais um crime não o transforma no culpado do desaparecimento de Maniche, porque não existem provas, por enquanto.Por isso, a PJ tem trabalhado no sentido de conseguir mais uma confissão de Catana, o que por si só não prova que cometeu o crime.

O NN sabe que a PJ já terá conseguido a confissão de Catana, por mais este crime “tem sido um jogo psicológico árduo, visto que, às vezes, ele apresenta-se orgulhoso e vaidoso do que fez e, nessa fase, faz confissões. Mas noutros ambiente psicológico retrai-se”, assegura uma fonte envolvida na investigação.

 

Onde estão os corpos?

Mas a tarefa da PJ é a de conseguir que o suspeito indique onde enterrou os corpos. Só depois do levantamento dos restos dos cadáveres é que se saberá onde começa a ficção, o ego de um psicopata e onde começa a realidade sobre os que já são considerados os piores crimes que aconteceram em Cabo Verde.

Amâncio desapareceu em 27 de Agosto de 2011.Segundo o que apurámos junto da sua família “saiu para assistir a um comício na Rua de Lisboa referente às eleições presidenciais.

No regresso a casa já tinha consumido bebidas alcoólicas, mas ainda passou por um bar e um agente da PN tentou encaminhá-lo para casa, mas recusou. Depois, passou por uma festa que estava a decorrer em Chã D´Alecrim e, posteriormente, desapareceu nesse dia sem deixar rasto.

 

  1. Poirrot

    O Sr Catana esteve no Tarrafal de Santiago. Pelo que consta, nessa altura, desapareceu um senhor nesse Concelho e até hoje ….

  2. gulufu

    oh men! mi djam tem 1 ano e 4 mes kim sai di cv será kim ka comé carne d gente sima katana fazi lá!

  3. Niltinha Neves

    que fassa justiça

  4. MJS

    Será que o ZEZINHO “Catana” não matou também a esposa do “CANELA” árbitro , que também desapareceu , à noite no trajecto entre a casa dela e uma vizinha, no sítio de Chã de Alecrim há alguns anos e nunca mais se soube do paradeiro !!! Penso que o amigo “Canela” devia ir à PJ para se poder saber o que diz esse psicopata.

  5. Manande-Sancent

    VITU E NEUZA DE PASTELARIA LIZZY, MEU SENTIMENT DE PESAME.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.