Crise de transportes em São Nicolau trava o desenvolvimento da ilha

31/07/2013 00:00 - Modificado em 31/07/2013 13:28

sao_nicolauO deputado do Movimento para a Democracia pelo círculo eleitoral de São Nicolau, Nelson Brito, chamou a atenção do Governo para a situação da crise dos transportes que assola a ilha. Nelson Brito sublinha que há problemas nos transportes aéreos e marítimos, pelo que as pessoas receiam deslocar-se à ilha de São Nicolau devido ao atraso ou cancelamento de voos ou indisponibilidade de ligação marítima.

 

Nelson Brito afirma que “os dados fornecidos pela ASA são tão elucidativos, pelo que no primeiro semestre de 2013 houve uma quebra no número de voos domésticos realizados na ordem dos 30,6% e de passageiros de 15,7%. A situação é deveras grave, tudo porque só há um avião a viajar para São Nicolau e as ligações marítimas com as ilhas de São Vicente e Sal são asseguradas pelos navios Mar Liso e Ribeira de Paul que apresentam as suas limitações porque não são adequados para o transporte de passageiros e ainda são insuficientes”.

 

O deputado sublinha que o Governo está a falhar no seu dever de promover o desenvolvimento da ilha de São Nicolau pelo que, para Nelson Brito, o problema está a causar prejuízos e, um dos sinais visíveis, é a diminuição da população da ilha que, para driblar problemas como o desemprego e a ausência de políticas de desenvolvimento, muda para outras ilhas.

 

“Torna-se impossível fazer investimentos numa ilha onde há falta de transportes e até os nossos emigrantes sofrem com esta situação. Muitas evacuações são feitas de emergência, muitas vezes em embarcações de pesca. A ilha de São Nicolau tem vindo a perder a sua população pelo que passou de 13.735 habitantes em 2000, para 12.817 em 2010, o que representa uma quebra de mais de 7% em mais de dez anos e é uma ilha com uma taxa de desemprego de 17%”, assegura o deputado do MPD.

  1. João Bernardo

    A falta de transporte, tanto aéreo e marítimo trava muito o desenvolvimento de SN, principalmente as iniciativas privadas e o empreendedorismo jovem. Perdi um boa change de negocio porque não havia lugares disponíveis nos voo da TACV durante 2 a 3 semanas. É inadmissível ter clientes que não poder usufruir de serviços por falta de aviões, uma vez que só 1 avião faz a ligação de SN com as outras ilhas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.