Samsung antecipa abrandamento das vendas de smartphones

31/07/2013 12:39 - Modificado em 31/07/2013 12:39
| Comentários fechados em Samsung antecipa abrandamento das vendas de smartphones

galaxy s4A Samsung anunciou lucros de 57,5 biliões de wons (cerca de 39 mil milhões de euros) no último trimestre, um crescimento de 20,1% face ao mesmo período de 2012. Os resultados foram impulsionados sobretudo pela venda de televisões e de smartphones, sectores onde é líder, mas a empresa avisou que espera sofrer um abrandamento nas vendas deste tipo de telemóveis e antecipa uma maior concorrência.

 

“Ao entrar numa época tradicionalmente forte para a indústria de IT [tecnologias de informação], esperamos que os ganhos continuem a aumentar”, afirmou em comunicado o director de relações com investidores, Robert Yi, nesta sexta-feira, dia da apresentação dos resultados trimestrais. “No entanto, não podemos subestimar o atraso da recuperação económica na Europa e os riscos de maior concorrência nos smartphones e noutros produtos.”

 

Para além de smartphones, a empresa fabrica outros equipamentos de electrónica (como tablets, computadores e televisões) e tem um negócio de venda de componentes para dispositivos móveis (de que a rival Apple é um dos clientes). A Samsung não explicita números para as vendas de smartphones, mas a divisão que agrega todos os dispositivos móveis é responsável por cerca de dois terços dos lucros da empresa.

 

De acordo com a analista IDC, a Samsung enviou para o retalho, no trimestre passado, 72,4 milhões de smartphones, correspondentes a 30,4% do mercado, o que a coloca numa liderança destacada. A Apple (cujos resultados apresentados recentemente foram melhores do que as estimativas dos analistas) tem uma quota de 13,1%. Porém, as duas líderes perderam terreno em termos relativos e o maior crescimento veio de empresas mais pequenas neste sector. Em comparação com os números do segundo trimestre do ano passado, a sul-coreana LG e a chinesa Lenovo cresceram 108,6% e 130,6%, respectivamente, conquistando quotas de mercado de 5,1% e 4,7%.

 

“Embora a Samsung e a Apple sejam dominantes, o mercado está mais fragmentado do que nunca. Há amplas oportunidades para fabricantes de smartphones com ofertas diferenciadas”, considerou o analista da IDC Kevin Rastivo, no relatório trimestral sobre este mercado, divulgado nesta quinta-feira.

 

Os números da IDC indicam ainda que, em termos globais, o mercado de smartphones cresceu 52,3%.

 

Os resultados da Samsung ficaram aquém das estimativas dos analistas e as acções da empresa na bolsa de Seul fecharam em queda ligeira.

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.