Mindelense perde na final a favor do Seven Stars

29/07/2013 01:37 - Modificado em 29/07/2013 01:37

futebol feminino3O Mindelense perde na final do campeonato nacional de sénior feminino de futebol a favor do Seven Stars da Praia por duas bolas a zero. Num jogo onde a equipa de São Vicente teve a oportunidade de ter um melhor resultado, como apontado pelo treinador Gusto, a equipa tentou “mas a equipa de arbitragem não deixou”. Gusto reconhece que tinha de ser “duas vezes mais forte mas não viu a superioridade da outra equipa”. Em relação à arbitragem, Gusto afirma: “A equipa de arbitragem não ajudou, houve dois penáltis claros não assinalados e, todas as vezes, cortava o nosso ataque pendendo claramente para a outra equipa”.

 

Apesar da derrota da equipa de São Vicente duas “mindelenses” sagraram-se campeãs neste jogo, Elis e Zuzu. Estas duas jogadoras foram titulares no jogo, Elis foi substituída na segunda parte, e tiveram um papel importante na estratégia do Seven Stars.

 

O Mindelense não entrou bem no jogo e a equipa adversária causou logo no início pânico na sua área com vários remates de ressalto do Seven Stars com as meninas do Mindelo a oferecerem o corpo ao manifesto. A equipa conseguiu responder com Cavol que se viu isolada mas que se deixou antecipar por uma adversária. O Mindelense sofreu o primeiro golo aos 27 minutos da primeira parte depois de um cruzamento na direita em que o Seven aproveitou de uma hesitação do guarda-redes.

 

O golo sofrido pareceu despertar o Mindelense para o jogo e foi para cima do adversário. Foi nesta fase de maior pendor ofensivo que surgiram os casos de queixa do Mindelense. No lance a seguir ao golo, o Mindelense marca mas é anulado por suposta falta de Cavol sobre o último defesa do Seven. O Mindelense ainda reclama de outro golo marcado num lance que antes tinha pedido penálti mas que o árbitro já tinha assinalado falta por simulação.

 

O Mindelense tentou dar a volta ao resultado mas sem sucesso. E no fim do jogo, balanceado no ataque, sofreu o segundo golo.

 

Mas Gusto analisa e classifica como boa a participação da sua equipa pela atitude e pela entrega. Com Seven a garantir o título, ficando o Mindelense em segundo lugar, o pódio fica completo com a Académica do Sal.

 

  1. Sãovicentino

    Futebol feminino mas propriamente o campeonato nacional precisa ser repensado, porque todos os anos é a mesma pouca vergonha, este Sr. Celestino Almeida (Sr. Didi) parece estar mesmo caduco, com é possivel a equipa feminina do mindelense joga varios jogos no nacional e quem apita três jogos é a arbitra Ivanilda e a Carla Caetano que todos nós sabemos que jogam pelo Seven Star na equipa de andebol, e na final vimos uma pura tendencia anulado um golo ao mindelense e ainda fez vista grossa penalty.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.