Empregada que agrediu ex-patroa com golpes de faca acusada de homicídio tentado

26/07/2013 00:56 - Modificado em 26/07/2013 00:56

faca costaA Audiência Contraditória Preliminar requerida pela proprietária da Boutique Adão e Eva, Carla Eduarda, agredida com golpes de faca pela sua ex-empregada conheceu o seu desfecho final. Por decisão judicial, a mulher vai-se sentar no banco dos réus para responder a uma acusação de homicídio na forma tentada.

 

O juiz Antero Tavares do Primeiro Juízo Crime da Comarca de São Vicente, emitiu um despacho de pronúncia em relação à ACP requerida pela cidadã Carla Eduarda que contestava o facto da ex-empregada que a agrediu com golpes de faca no braço esquerdo e nas costas ter sido acusada de ofensas à integridade física ao invés de tentativa de homicídio.

 

O caso ocorreu no dia 8 de Novembro de 2012, na residência da proprietária da Adão e Eva, na zona do Alto São Nicolau. Na sequência de um desentendimento entre as partes, a ex-empregada agrediu a patroa com golpes de faca no braço esquerdo e nas costas, junto da omoplata.

 

Finda a ACP o Tribunal validou as provas apresentadas pela advogada constituinte da proprietária da Boutique Adão e Eva. Segundo o juiz, ficou provado na audiência que a arguida foi à casa da ex-patroa com o propósito de assassiná-la, pelo que agiu por “motivo fútil” e causou lesões à ofendida que conseguiu escapar de uma morte premeditada.

 

Recorde-se que o Tribunal e os intervenientes no processo-crime estiveram em casa da vítima, no Alto São Nicolau para compreenderem como ocorreram os factos. O processo-crime vai agora seguir para a fase de julgamento, mas o NN sabe que a defesa da arguida não concordou com a decisão do despacho do juiz.

 

  1. Carlos Jorge Wahnon

    Ah Carla,quaze Tidó tem razon… Bo ta qebrode!… Sinon coza é bo cré? Ser noticia de jornal… Bejinho.

  2. alberto tavares

    Mesmo se a ex-empregada tiver eventual razão não tinha (não tem) o direito de atacar fisicamente. A sua causa està perdida

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.