Bala de pistola 7.65 causou a morte de Elsa

23/07/2013 00:47 - Modificado em 23/07/2013 00:47

ELSANa sexta-feira, 19 de Julho foi realizado o funeral de Elsa Almeida, cidadã assassinada com um tiro na cabeça na zona de Vila Nova. O corpo de Elsa, de 33 anos esteve cerca de uma semana na Casa Mortuária do Hospital Baptista Sousa a aguardar a chegada de uma médica legista. Com a chegada da especialista na sexta-feira, o corpo da mulher foi autopsiado e os indícios revelaram que sofreu graves lesões no cérebro.

O NN apurou que a Delegacia de Saúde de São Vicente acompanhada de uma médica legista, e da Polícia Judiciária realizou a autópsia ao corpo de Elsa Almeida assassinada a tiro por João “Sintanton” Dias, de 82 anos, na noite do dia 13 de Julho, em Vila Nova.

O exame médico foi realizado na manhã de sexta-feira, uma vez que o corpoda mulher estava em câmara fria, porque as autoridades aguardavam a disponibilidade da especialista da cidade da Praia para realização da autópsia que pudesse determinar as causas da morte.

Com a realização da análise, as autoridades confirmaram que Elsa faleceu ao ser baleada na cabeça com uma pistola 7.65. O NN apurou que a bala atingiu a região frontal do crânio damulher e que lhe destruiu o cérebro, situação que culminou na morte da vítima. A Polícia Judiciária está a avaliar o relatório médico, e depois vai anexa-lo ao processo de investigação que está a ser realizada pela Brigada de Homicídios para apurar os factos que resultaram na morte de Elsa Almeida.

  1. FORRA DE LEI

    nes terra tudo kusa ta copiado ku de lisboa ou seja de tugas se ta copiado pamode k es ka ta copia lei de tugas la tudo kenha ki mata ta bai pa kadia seja novo seja bedjo so li ki tem kusade idade pamode ki é mata kel mudjer dona de um familha é ka tinha direito de fe aze o k é fazi pur isso ami ta fla se lugar é na kadeia. kes fidjos ka dja fika sem ses mai ? nha mas profundas condulencias pa tudo se familha e pa deus da kes fidjos muita luz e força

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.