Leonildo Oliveira alerta para problemas de saúde pública

28/05/2012 00:13 - Modificado em 28/05/2012 00:28
| Comentários fechados em Leonildo Oliveira alerta para problemas de saúde pública

O presidente da Câmara do Porto Novo, em substituição, Leonildo Oliveira, alerta para os “problemas graves”de saúde pública e do ambiente que o município está a enfrentar, provocados pelo vazamento de esgotos no mar.

 

Leonildo Oliveira, que falava no acto solene de abertura do IV Congresso Médico Nacional, explicou que o despejo de águas sujas em vários pontos da orla marítima no Porto Novo tem como consequência a interdição, há alguns anos, pelas autoridades sanitárias de uma das praias de banho (a do Armazém) mais frequentadas nas épocas mais quentes.

Para o autarca, “urge criar uma rede de esgotos” que dê satisfação às necessidades do município, onde apenas 20 por cento da população urbana tem acesso a rede de esgotos, porém, já saturada.

Leonildo Oliveira, que substitui no cargo o edil Amadeu Cruz, candidato à sua própria sucessão nas eleições autárquicas de Julho, mostrou-se satisfeito pelo facto de Porto Novo acolher “mais um grande evento, que muito dignifica o concelho”.

Nos últimos anos, Porto Novo recebeu vários acontecimentos, com destaque para o inter-lhas de futebol, em 2009, o encontro dos embaixadores residentes em Cabo Verde, em Maio de 2011, e a Feira Internacional do Turismo (Expotur), em Junho do mesmo ano.

Isso, segundo Leonildo Oliveira, demonstra que Porto Novo está a se transformar numa cidade de eventos.

O IV Congresso Médico Nacional, que decorreu de 24 a 26 no Porto Novo, constitui “um espaço privilegiado” para a comunidade médica nacional partilhar ideias, discutir casos clínicos e actualizar conhecimentos com outros especialistas dos Países da Línguas Oficial Portuguesa (PALOP), segundo Jorge Tiene, director do Hospital Baptista de Sousa, organizador do evento.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.