Perfil de Elsa: “mulher que gostava de viver e de se sacrificar pelos filhos”

19/07/2013 00:38 - Modificado em 19/07/2013 00:38

ELSAMas afinal quem é Elsa Almeida? Uma mulher de 33 anos que foi assassinada com um tiro certeiro na cabeça por um homem de 82 anos na zona de Vila Nova, São Vicente. Elsa foi morta por João “Sintanton” Dias numa situação que parece envolver uma dívida de renda de casa que a vítima tinha para com o agressor. A vítima deixou três filhos órfãos que ficam agora ao cuidado da avó e dos tios, mas que viram partir uma mulher que era mãe e pai dos seus filhos.

Na sequência do assassinato da cidadã Elsa Almeida, na zona de Vila Nova, o NotíciasdoNorte quis conhecer o seu perfil e, segundo Adalberto Silva, irmão da Elsa “ela era uma mulher que gostava de viver e de se sacrificar pelos filhos”. A Elsa nasceu no centro da cidade do Mindelo, mas há cerca de 30 anos foi viver com os pais para a zona de Vila Nova.

Chegou a trabalhar na área da restauração, inclusive na ilha do Sal e, há alguns anos, começou a dedicar-se à estética “passou a ser cabeleireira e a tratar dos pés e das mãos das pessoas, aquilo que chamamos manicure e pedicure” explica o irmão da vítima. Mas ultimamente, com a conjuntura da crise que começou a afectar a ilha de São Vicente, a Elsa foi para o desemprego e para sustentar os filhos teve que lançar mãos ao empreendedorismo.

“Ela começou a tratar dos cabelos, mãos e pés dos clientes em sua casa e quando necessitavam de trabalho a domicílio ia às residência dos clientes. Ela era conhecida em Vila Nova porque dava-se bem com as pessoas, pelo que a nível profissional estava enquadrada na sociedade, de modo que gostava de respeitar o próximo e viver a sua vida” sublinha Adalberto.

Questionado sobre os filhos de Elsa que ficaram órfãos, o irmão da vítima afirma que “têm entre 3 a 13 anos e, agora, estão sem a pessoa que durante estes anos lhes serviu de pai e de mãe para os sustentar. Eles estão a sofrer com a perda da mãe, inclusive o de 12 anos assistiu ao assassínio da mãe, de modo que vai necessitar de apoio psicológico. Com a morte da Elsa vão ficar sob a tutela da família, mas esperemos que justiça seja feita a favor dessas crianças que vão viver sem a presença de quem os apoiava”.

O irmão da Elsa conclui dizendo que há alguns meses que a irmã foi viver com um companheiro e, no último sábado, acabou por ser vítima de “uma fatalidade provocada por um homem que não pensou nas consequências do seu acto”. Adalberto Silva acrescenta esperar que as instâncias judiciais olhem para situação em que ficaram os filhos da Elsa “eles terão de sobreviver e prosseguir com a própria vida e, para tal, deverão ter direito a uma indemnização, mas de todo o modo, como família vamos fazer o que estiver ao nosso alcance para que tenham uma vida condigna”.

 

 

 

 

  1. Soncente

    E A FOTO DO CRIMINOSO?

  2. LENA REIS

    essa grande e valoroza mulher ainda tinha tudo para viver e criar seus filhos e pede que justica seja feita a favor das criancas

  3. Não conheço nenhum deles, mas pela foto mostra que a elsa não é uma pessoa violenta o Velho sim. no entanto se ele não for para cadeia coloca ele num azilo ( Hospital ) arenda a casa e sustenta os filhos da Elsa até forem maior de idade dandolhes escola alimentação e assistência médica

  4. Antonio Livramento

    António Livramento
    19 de Julho de 2013 às 10:40
    Humano que mata deixa de o ser, simplesmente isso. Matou jovem que deixou órfãos à mercê de familiar, da sociedade e estado. Será que estes farão o mesmo que fazia a mãe? Não, é claro que não, porque nada substitui a mãe. Ao ser-lhe aplicado T. I, R. baseado na lei que em meu entender necessita de revisão, não se estará a promovê-lo para matar mais pessoas, infelicitando outrem com reacções de desfecho imprevisível? Dá-lo como doente e tratá-lo em regime fechado próprio não seria melhor opção?

  5. Cândida Leite

    O “Sintantom” andou a brincar aos cow boy’s. Se lidou com animais quando novo não deve ter tido cavalos e bois; talvez um burro e uma ou duas cabrinhas e assim não necessitava de andar aos tiros. Quis meter medo a uma mulher indefesa como qualquer cacique e espero que a Justiça lhe aplique a devida sentença porque três crianças ficam destruidas. E não roubaram nenhum gado.

  6. Dje Guebara

    Eu desde de aqui em Florida cuando vi esta noticia do assesinato desta mullher e do nome da pessoa que o matou chamado (Cintanton)em a minha mente depois de quase trinta anos que estou emigrado aqui em os E.U. me fez relembrar de esse nome e tambèm no foto cuando a policia o carregava-o nos braços me encheu de curiosidade para chamar noutro dia para sanvicente para perguntar se era a mesma pessoa que desconfiava e o resultado foi exacto da pessoa conhecida por mim.Ele sempre foi agressivo.

  7. conceição Carvalho

    Não hã dúvida de que estamos perante uma lei injusta e que clama por revisão.Estou simplesmente estupefacta e indignada.Como pode? E ATÉ À REVISÃO DA LEI QUE A ACONTECER LEVARÁ UMA ETERNIDADE,ESSE HOMEM NÃO MERECE ESTAR POR AÍ A PASSEAR…

  8. pedro rogerio delgad

    AdvogadA FAMÍLIA PODE FICAR DESCANSADA, VISTO QUE O IDOSO, QUE SE ACHA EM LIBERDADE PROVISÓRIA, SERÁ JULGADO PELO CRIME QUE COMETEU. A FAMÍLIA E A POPULAÇÃO DEVEM ENTENDER QUE O JUIZ, NA SUA DECISÃO DE MEDIDA DE COACÇÃO PESSOAL PELA TERMO DE IDENTIDADE E RESIDÊNCIA (TIR), ANDOU BEM, EM RAZÃO DOS DITAMES DA LEI PROCESSUAL PENAL EM VIGOR. SERIA ÓPTIMO QUE O LEGISLADOR ORDINÁRIO CRIASSE O INSTITUTO JURÍDICO PROCESSUAL – PRISÃO DOMICILIÁRIA, DE SORTE QUE O FIZESSE VISANDO A PAZ SOCIAL, SE E NA MEDIDA EM QUE A LEI NÃO PROÍBE QUE O JUIZ NÃO O CONDENE COM A PENA EFECTIVA (DE MANEIRA QUE SEJA RECOLHIDO NA CADEIA CENTRAL DE RIBEIRINHA) PELO CRIME DE HOMICÍDIO QUE CHOCOU A SOCIEDADE CABO-VERDIANA..

  9. Jose Pires

    O senhro Pedro poderia comentar sobre os abusos aos senhorios por parte de inquelinos que nao,pagam a renda durante anos?
    Obrigado

  10. BRITO

    FIQUEI MUITO TRISTE, POIS PARECIA UMA MULHER CHEIA DE VIDA
    EU PERGUNTO, PARA QUANDO A JUSTICA, VISTO QUE ESTE PSICOPATA JA ESTA COM OITENTA I TAL ANOS, ESPERO QUE A JUSTICA NESSE CASSO SEJA FEITA RAPIDO, PARA O BEM DESSES INDEFESOS.
    MEUS SENTIMENTOS PARA TODA A FAMILHA

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.