Taxa de 2,50 g/l de álcool no sangue dá multa de 10 mil escudos

9/07/2013 00:05 - Modificado em 9/07/2013 00:05

bafometroUm indivíduo de 53 anos, foi condenado a pagar uma multa de 10 mil escudos por estar a conduzir sob o efeito do álcool e por fazer uma manobra perigosa na zona da Ribeira Bote. De realçar que o arguido estava a conduzir com uma taxa de 2,50 g/l de álcool no sangue.

A detenção do indivíduo aconteceu neste fim-de-semana, depois de realizar uma manobra perigosa na zona da Rotunda da Ribeira Bote. O homem estava a realizar uma manobra com a sua viatura e acabou por provocar danos num veículo estacionado.

O arguido apresentava sinais de embriaguez, por isso, foi submetido a um teste de alcoolemia que acusou 2,50 g/l de álcool no sangue. Deste modo, a Polícia Nacional apresentou-o às instâncias judiciais sob a acusação do crime de condução sob efeito de álcool.

Em tribunal, o acusado afirmou que esteve a consumir bebidas alcoólicas com um grupo de amigos num estabelecimento comercial e que, ao deixar o espaço, acabou por embater num carro que estava estacionado nas imediações do local.

Com a confissão do arguido, o tribunal deu como provados os factos da acusação pelo que decidiu aplicar-lhe uma multa de 10 mil escudos, mas que será convertida em cerca de 60 dias de prisão, caso o acusado não pague a multa.

 

  1. Mindelo

    Isso é brincadeira da justiça, um individuo pego a conduzir nesses moldes só leva 10.000$00 de multa, acho uma brincadeira de mau gosto por parte deste juiz.
    Parece k não é conhecer da lei. enquanto k 0.80 a inferior a 1.20 g/l, paga uma uma coima de 25.000$ a 250.000$00, enquanto k o crime vai pagar 10.000$00!!!!!!! Senhor Juiz veja a lei por favor e deixe de preguiça de ler e reler, porque esse foi uma brincadeira da sua parte. Lei nº 59/VII/2010 de 19 Abril 2010, I Serie nº 15, ta ai a lei

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.