Nacional: Nulo entre Batuque e Sporting… por culpa de Balakov

26/05/2012 23:08 - Modificado em 26/05/2012 23:08

O jogo entre o Batuque e o Sporting da Praia terminou sem golos. Com este resultado, os axadrezados mantiveram-se a dois pontos dos sportinguistas. Mas, os factos do encontro poderiam ter saído á favor do Batuque, se o avançado Balakov não tivesse atirado a bola por cima da baliza, quando esta estava aberta para receber a bola. Quanto ao homem do jogo, o destaque vai para o guarda-redes, Ken que aniquilou as iniciativas dos avançados sportinguistas.

 

O Estádio Adérito Sena acolheu o jogo entre Batuque e Sporting da Praia, referente a 4ª jornada do Campeonato Nacional. As duas equipas entraram em campo, com os mesmos objectivos: garantir os três pontos e o visto para as meias-finais da prova.

Mas, os axadrezados e os Leões da Praia, não conseguir abrir o activo e no final do jogo, o Sporting manteve-se na liderança e o Batuque em segundo no grupo A. Por ora os Leões da Praia seguem para as meias-finais, enquanto os axadrezados ficam a um passo dessa fase.

 

Jogo

 

A história do jogo resumiu-se a um futebol táctico por parte dos dois treinadores. O treinador do Batuque, Piki sabia que não podia dar espaços ao adversário, porque estes sairiam balançados no ataque. Já Janito Carvalho apostou na força física e maturidade de alguns jogadores para anular o jogo do Batuque.

Mas foi a equipa da casa que melhor entrou no jogo e durante os primeiros quinze minutos era quem melhor trocava a bola nos pés. O Sporting tentava impor o seu futebol, mas a concentração do sector defensivo e meio-campo do Batuque não permitia ao adversário atacar com aquele furor, visto noutras partidas.

Dos pés do médio, Fredson poderia ter saído o passe para o primeiro golo do Batuque, aos 15´. O médio converteu um livre e fez a bola sobrevoar a área do Sporting, porém Karr por milímetros, não chegou a bola.

Por sorte, o guarda-redes Magueti, não foi buscar a bola no fundo da baliza, mas seria este lance do Batuque que viria a acordar as hostes do Sporting. Porque a partir deste lance, os axadrezados acusaram a pressão e os Leões da Praia passaram a ter mais bola no pé.

Porém apesar de ter bola no pé, os jogadores do Sporting não aproveitavam as falhas defensivas do Batuque. O central dos axadrezados, Josimar era aquele que mais acusava pressão e em duas ocasiões entregou a bola de bandeja ao Sporting.

Foi numa perda de bola de Josimar, que o guarda-redes, Ken teve que exibir seus créditos e mostrar porque neste momento é o melhor guarda-redes, em São Vicente. Carlitos surgiu na cara de Ken, este fechou-lhe os ângulos da baliza e cortou a bola com os pés.

 

Insólito

 

A primeira parte terminou com um nulo e na etapa complementar o futebol táctico implantou-de durante vários minutos. Porém aos 72´chega o lance que poderia ter ditado outro resultado no final do jogo. O avançado Ricardo, do Batuque saiu do banco para trazer velocidade e dinamismo no ataque. Ricardo fez de Loloti o que quis e de bandeja ofereceu um golo a Balakov.

Mas com a baliza aberta, Balakov chutou por cima para desalentos dos colegas, equipa técnica e dos adeptos que levaram as mãos a cabeça, quando já se preparavam para festejar o golo. Este erro poderia ter saído caro para o Batuque se não fosse o seu guarda-redes, Ken aos 78´ a dizer a Theodore que na baliza do Batuque a bola não ultrapassa a linha de golo.

 

Perspicácia

 

O artilheiro do Sporting ganhou terreno aos homens da defesa axadrezada e ao entrar na área encarou Ken, mas este seguro entre os postes deu o corpo ao manifesto e agarrou a bola. O jovem guarda-redes segurou o empate e pelo que fez em campo merece ser o homem do jogo. Ken demostrou segurança, atenção perspicácia e foi capaz de aniquilar as pretensões de Zé D´Tchetcha e Theodore, as duas referências do ataque sportinguista.

Quanto a equipa de arbitragem chefiada pelo salense Fernando Spencer dizer que fizeram um excelente trabalho, já que não cometeram qualquer erro que prejudicasse as duas equipas. Por outro lado Fernando Spencer demostrou ser uma referência no campeonato nacional, pela sua pedagogia para com os jogadores durante o decorrer do jogo.

  1. preta verdadeira

    ….COMENTÁRIO MUITO TENDENSIOSA A FAVOR DO BATUCO!!!CONVENHAMOS,EU ESTIVE NO ESTÁDIO!!!!

  2. Danda

    Viva,
    Relativament a jogo sporting X batuq, um otxal mt fraco por parte d ‘jogadores profissionais’ dnos terra.
    Axo q treinadores deve puxa + pa es e tenta ranja ot metodologia d treino, pq jogadores t jga mt pouc com a cabeça, es t um pouc lento e es podia da mt mais des, es t desperdiça oportunidad dmostra o q es t gosta dfaze e o q realmente es cre faze, e qd t dze ixo inclui fazel d forma inteligent.
    Atenção, ainda pode dá + e mostra o q dbsod tem dmadjor. Força

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.