Jorge Carlos Fonseca: Trabalhar para a população mais vulnerável

8/07/2013 00:17 - Modificado em 8/07/2013 00:17

Jorge Carlos FonsecaNa sessão solene das comemorações do 38º aniversário da independência de Cabo Verde o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, diz que que com a conjuntura actual não  se pode ficar indiferente ao sofrimento dos cabo-verdianos “que nem sempre sabem se acendem o fogão ou, o que é bem pior, sabem que não o acenderão”. Com esta preocupação em mente apela os poderes centrais e municipais  para “articularem esforços para acudir às famílias mais vulneráveis” enquanto não houver uma mudança significativa na conjuntura actual. E ainda com os mais vulneráveis no horizonte apela para um debate de temas que sejam do interesse nacional, como o emprego, agua, energia, segurança e outros temas da actualidade.

Mas para o Presidente o debate não precisa ficar restrito aos políticos e por isso espera um maior envolvimento da sociedade civil, que classifica como “imprescindível”. E confere a sociedade civil um papel “impulsionador da democracia e do desenvolvimento”.

 

 

  1. corja

    acorja sanvicentina, contra 5 de julho, foram comer a custa do povo

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.