Amãncio está desaparecido há dois anos: familiares suspeitam de Zé Catana

2/07/2013 00:06 - Modificado em 2/07/2013 00:06

desaparecerOs familiares de Amâncio Maniche procuraram a PJ pedindo o inicio de uma nova investigação sobre o seu desaparecimento . Suspeitam que o caminhos de Amâncio e Zé Catana se tenham cruzado em Chã de Alecrim onde ambos moravam . Amâncio desapareceu em 27 de Agosto de 2011.Segundo o que apurámos junto da família de Amâncio “saiu para assistir a um comício na Rua de Lisboa referente às eleições presidenciais.

No regresso a casa já tinha consumido bebidas alcoólicas, mas ainda passou por um bar e um agente da PN tentou encaminhá-lo para casa, mas recusou. Depois, passou por uma festa que estava a decorrer em Chã D´Alecrim e, posteriormente, desapareceu nesse dia sem deixar rasto”. E até hoje não houve nenhuma pista sobre o desaparecimento : Amâncio pura e simplesmente desapareceu sem deixar rasto , como Maria Alice em Agosto de 2012 e José na Terra Branca em 2013.

NN sabe que o desaparecimento de Amâncio que gozava da sua reforma depois de ter trabalhado no mar, está a ser conotado aos “casos de Catana”. Pelo que com indícios de que os dois cidadãos chegaram a conviver, familiares de Amâncio procuraram a PJ para que a autoridade criminal realizasse diligências para apurar se “Catana” tem algum envolvimento no desaparecimento do idoso de 78 anos. Mas o certo é que a PJ , por enquanto tem muito pouco para colocar Catana em mais um cenário do crime a não ser que consiga uma nova confissão .

 

  1. Poirrot

    Pelo que consta, o Zezino Catana esteve também no Tarrafal de Santiago recentemente. É sabino também, que há sensivelmente três meses, desapareceu um indiviuo de sexo masculino e, até hoje, nada …

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.