Sem iluminação pública e pagam a taxa

27/06/2013 00:14 - Modificado em 27/06/2013 01:36

FernandoA zona de Fernando Pau que fica logo a seguir à localidade da Ribeira de Craquinha, até hoje, não conta com a devida instalação de postos de iluminação. Tratando-se de uma “zona problemática em termos de vandalismo”, os moradores mostram-se preocupados, sobretudo, quando nos recantos mais distantes e, por vezes, inóspitos não existe a devida iluminação.

O que os residentes daquela localidade têm feito até agora é aproveitarem as lâmpadas no exterior das próprias casas para fazerem a iluminação pública. As lâmpadas ficam acesas desde o cair da noite até ao amanhecer “para amenizar os frequentes assaltos às casas que são feitos durante a noite, aliciados pela inexistência de iluminação”, conta o morador e pai de família Roque Delgado

 

O mais grave

O mais grave, diz Delgado, prende-se com o valor que são “obrigados” a pagar todos os meses para a taxa de iluminação pública. “É inaceitável, visto que a instalação da rede eléctrica só foi feita na estrada principal”. Para além desse valor, os moradores daquela localidade reclamam pelas facturas “elevadas” que têm de pagar todos os meses à Electra por conta de um serviço “que tem sido prestado por nós moradores” afirma Delgado que adverte para a questão “do mau serviço que nos é prestado com os sucessivos cortes de energia eléctrica, facto que nos prejudica muito, por conta de materiais como frigoríficos e televisores que às vezes se danificam e não há ninguém que se responsabilize”.

  1. Amilcar Ramos

    Fernando Pó fica antes de Ribeira de Craquinha – Informação correcta.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.