Presidente da Câmara de S. Vicente recebido nos Paços do Concelho

26/06/2013 01:29 - Modificado em 26/06/2013 01:30

augusto neves4O Presidente da Câmara Municipal do Porto recebeu hoje, nos Paços do Concelho, o seu homólogo cabo-verdiano, Augusto Neves, no quadro da visita que o autarca africano está a efetuar ao Porto, na sequência do convite que lhe fora pessoalmente endereçado por Rui Rio, aquando da sua visita àquela ilha de Cabo Verde, em Fevereiro, no âmbito das comemorações dos 20 anos da geminação entre Porto e Mindelo.

 

O convite teve como objetivo não só proporcionar ao autarca africano um mais perfeito conhecimento do Porto e das suas gentes, como também o de lhe mostrar a dimensão social e festiva da Noite de S. João e o que isso significa, a diversos níveis – incluindo, evidentemente, o turístico – para a cidade.

 

“Encontrará uma cidade animada, não só pelas diferentes iniciativas que a Câmara Municipal do Porto desenvolve nesta altura do ano – como o extenso programa das Festas de S. João 2013 ou o Grande Prémio Histórico do Porto no Circuito da Boavista – mas também pelas próprias pessoas que vivem e fazem o S. João, saindo à rua e transformando a ocasião numa das maiores manifestações populares espontâneas da Europa”, referiu o Presidente da CMP, para quem, no entanto, a cidade é muito mais que isso em múltiplos aspetos.

 

A sua localização geográfica, a riqueza do seu património histórico-cultural, os equipamentos de que dispõe – aspetos que, nos últimos anos, lhe granjearam o título de “Melhor Destino Turístico” a nível europeu – foram pontos relevados na sua intervenção, assim como o trabalho que, designadamente nesta última década, foi desenvolvido pela autarquia ao nível da reabilitação urbana e dos bairros sociais, assim como da criação de serviços diretos aos munícipes.

 

Por seu lado, o Presidente da Câmara Municipal de S. Vicente, além de salientar a importância e significado do protocolo de geminação assinado em 1993, agradeceu a visita, que classificou como “a expressão das excelentes relações de amizade e solidariedade entre os nossos dois municípios”.

 

 

 

 

 

 

  1. Nelson Cardoso

    o que é que vai trazer desta viagem? Só festa? Esperemos que não.

  2. verdade

    desde de cuxim saiu da camara, ninguem mais trouxe algo das geminações.só esbanjamento

  3. silvio spinola

    São Vicente parou no tempo devido a efeitos de bipolarização partidários, porém existe cérebros com capacidade para trabalhar e desenvolver essa ilha, no entanto residem e laboram noutras ilhas, sobretudo na capital. Calculo que São Vicente poderá destacar a nível nacional, desenvolvendo concorrencialmente se sua estrutura administrativa é de índole tecnocrático. A tecnocracia me parece ser o adn puro dos sanvicentinos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.