Crimes que abalaram o Mundo: crime da Terra Branca entra na lista

18/06/2013 00:51 - Modificado em 18/06/2013 00:51
| Comentários fechados em Crimes que abalaram o Mundo: crime da Terra Branca entra na lista

terra brancaO NN fez um levantamento dos crimes que nos últimos tempos abalaram o Mundo . Todos eles horrendos , monstruosos … como o crime da Terra Branca . Mas a este crime temos que juntar os crimes cometidos ,pelo mesmo autor , em 1980 onde tentou matar um familiar que foi suturado com 75 pontos ; 1988 e apenas por que queria o blusão de ganga de Djo de Vinha matou–o na localidade de Mão Pra Trás, ilha de Santo Antão. Esmagou a cabeça da vítima com uma pedra de 15 quilos. E depois vestiu o blusão e as calças do morto e foi passear. Em 2007 no gozo de uma licença violou uma mulher de 94 anos . 2013 mata o companheiro do quarto a machadada, enterra os ossos e vende a carne do companheiro como carne de carneiro .

 

JACK, O ESTRIPADOR

Embora não tenha sido capturado e seu nome verdadeiro nunca tenha sido conhecido, Jack, o estripador tornou-se um dos assassinos em série mais famosos da história. Ele cometeu seus crimes em Whitechapel, no subúrbio de Londres, na segunda metade de 1888. Suas vítimas eram prostitutas, que ele estrangulava. Em três casos, o assassino retirou órgãos internos das mulheres atacadas.

 

CHARLES MANSON

Entre os dias 9 e 10 de agosto de 1969, um grupo liderado por Charles Manson invadiu as casas do cineasta RomanPolanski, onde matou sua mulher, Sharon Tate, que estava grávida, e outros quatro amigos, e do casal Rosemary e LenoLaBianca, matando ambos. As vítimas foram baleadas, esfaqueadas e espancadas até a morte. Manson e outros quatro integrantes do grupo foram condenados à morte em 1971, mas mudanças na lei do Estado da Califórnia fizeram com que a pena fosse alterada para prisão perpétua.

 

 

ATENTADO EM OKLAHOMA

No dia 19 de Abril de 1995, Timothy McVeigh estacionou um caminhão carregado com quase 3 t de explosivos em frente ao edifício Alfred P. Murrah, em Oklahoma City, onde funcionavam vários departamentos do governo americano. Poucos minutos depois, uma explosão matou 168 pessoas, entre elas 19 crianças que estavam na creche do prédio. McVeigh foi executado no dia 11 de junho de 2001, por injecção letal, na penitenciária de Terre Haute, Indiana.

 

 

NATASCHA KAMPUSCH

A austríaca NataschaKampusch foi sequestrada aos 10 anos, em 2 de março de 1998, enquanto seguia para a escola, e em 23 de agosto de 2006, aos 18 anos, quando a polícia já a dava por morta, conseguiu escapar do seqüestrador Wolfgang Priklopil, que cometeu suicídio jogando-se debaixo de um trem após a fuga da jovem. Dois anos depois, Natascha tornou-se apresentadora de um programa de entrevistas na TV.

 

 

COLUMBINE

No dia 20 de abril de 1999, dois estudantes abriram fogo no Instituto Columbine, no Colorado (Estados Unidos). Eric Harris, 18 anos, e DylanKlebold, 17 anos, mataram 12 colegas, um professor e cometeram suicídio em seguida. Sob longas capas, os dois levavam armas, bombas e granadas suficientes para destruir a escola inteira, em um crime planejado por mais de um ano. Investigações mostraram que os dois adolescentes pretendiam ficar imortalizados pela fama de ter matado o maior número de pessoas no país. Caso os explosivos que plantaram em automóveis e istalações da escola tivessem sido detonados, acredita-se que mais de 600 pessoas pudessem ter morrido.

 

 

CANIBAL ALEMÃO

Na noite de 9 para 10 de março de 2001, ArminWeiwesMeiwes seccionou o pênis de BerndJuergen Brandes – que ele conheceu pela internet e que teria concordado em ser morto e devorado -, o cozinhou e ambos o comeram juntos, gravando a cena com uma câmera de vídeo. Em seguida, o ‘canibal alemão’, como ficou conhecido, matou a vítima, sob o efeito de álcool e medicamentos, com uma facada no pescoço. Depois, estripou o cadáver, o esquartejou e congelou suas partes em pedaços que foi comendo durante vários dias. Meiwes enfrentou uma série de processos até ser condenado à prisão perpétua em maio de 2006.

 

 

ESTRANGULADOR DE IPSWICH

Entre 2 e 12 de dezembro de 2006, cinco prostitutas foram encontradas mortas em Ipswich, na Inglaterra. A investigação policial, uma das maiores do Reino Unido, chegou a ter a participação de até 600 agentes e considerou culpado Steve Wright, 49 anos, condenado à prisão perpétua em 22 de fevereiro de 2008

 

 

VIRGINIA TECH

No dia 16 de abril de 2007, o estudante sul-coreano ChoSeung-hui matou 27 alunos e cinco professores da Universidade VirginiaTech a tiros antes de cometer suicídio. O ataque deixou o maior número de vítimas em uma entidade de ensino na história dos Estados Unidos. Momentos antes de Cho abrir fogo nas salas de aula, um pacote com 27 vídeos e várias fotos do sul-coreano segurando armas foram enviadas para a rede de TV americana NBC.

 

AMANDA KNOX

A estudante britânica MeredithKercher foi assassinada no dia 2 de novembro de 2007, em Perugia, na Itália, aos 21 anos. Meredith foi encontrada parcialmente vestida, com um corte na garganta e sinais de violência física e atividade sexual. No dia 4 de dezembro de 2009, Amanda Knox, que dividia a casa com a britânica, e o italiano RaffaeleSollecito, ex-namorado de Amanda, foram condenados a 26 e 25 anos de prisão, respectivamente, pelo crime.

 

 

JOSEF FRITZL

O austríaco JosefFritzl manteve a filha Elisabeth em cativeiro na cidade de Amstetten durante 24 anos. Neste período, a vítima teve sete filhos, mas um deles morreu logo após o parto. O caso foi descoberto no dia 27 de abril de 2008, quando uma das filhas que estava presa adoeceu e teve de receber atendimento médico. Em 19 de março de 2009, Fritzl foi condenado à prisão perpétua

 

 

MADELEINE MCCANN

A menina britânica Madeleine McCann, na época com 3 anos, sumiu do quarto do apartamento alugado por seus pais, Kate e GerryMcCann, em Praia da Luz, Portugal, no dia 3 de maio de 2007. Os pais de Madeleine chegaram a ser apontados como suspeitos pela polícia portuguesa, mas, em julho de 2008, o caso foi encerrado após a Procuradoria anunciar que não havia evidência da participação dos McCann. Kate e Gerry receberam indenizações milionárias dos jornais londrinos Daily Express e Daily Star pela insinuação de que eles seriam culpados pelo desaparecimento da menina.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.