JMN anuncia morte de Mandela : O que levou à gaffe do Primeiro-ministro ?

11/06/2013 10:31 - Modificado em 11/06/2013 10:47

JMNevesVários órgãos de comunicação social fizeram eco do anúncio da morte de Nelson Mandela feito, ontem, 10, pelo Primeiro-ministro, José Maria Neves. O Jornal português a Bola escreve que “Pela segunda vez esta segunda-feira, Nelson Mandela foi dado como morto por personalidades públicas, apesar de continuar vivo, ainda que internado num hospital em Pretória. Depois do tenista Rafael Nadal, também o primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, lamentou a morte do ex-presidente sul-africano, depois de terminar a sua intervenção na assinatura da Concordata com a Santa Sé”. O Jornal de Noticias, editado no norte de Portugal escreve: Ainda com os jornalistas confusos, pois não havia confirmação oficial da morte do antigo presidente sul-africano, José Maria Neves foi questionado, ainda na cerimónia, sobre o que pensava sobre Mandela, prestando-lhe, depois, homenagem. “Prestamos um tributo a Nelson Mandela. O Estado de Cabo Verde reconhece o grande contributo de Nelson Mandela à causa da paz, da estabilidade, da liberdade e da democracia no continente africano, sobretudo o grande contributo para o diálogo entre as partes na África do Sul e entre civilizações e culturas na África do Sul e no continente africano”, afirmou então.

 

O que levou a gaffe de JMN

Ainda não está esclarecido o motivo que levou o PM a anunciar a morte de Nelson Mandela sem que houvesse uma confirmação oficial. E muito menos que o tenha feito num acto com exposição mediática da assinatura da Concordata com a Santa Sé. A reacção a gaffe feita pelo Gabinete do Primeiro Ministro resume a um comunicado lacónico que não explica nada: O Gabinete do Primeiro-Ministro assume o desmentido da notícia do falecimento do ex-Presidente da África do Sul, Nelson Mandela, que em virtude de uma notícia falsa, alegadamente com fonte no Governo sul-africano, terá levado a uma reacção pontual do Primeiro-Ministro, na sequência do seu discurso na sessão da assinatura do Acordo entre a República de Cabo Verde e a Santa Sé, relativo ao Estatuto Jurídico da Igreja Católica em Cabo Verde.”

E não havendo uma explicação oficial para o facto surgem várias especulações tentando encontrar as razões que levaram o PM “ a dar um salto no escuro numa requer cautela “. O Online CaboVerdedirecto avança com uma teoria da conspiração que vai neste sentido: “O Primeiro-ministro terá sido “enganado” por alguém que solicitamente lhe entregou um bilhete quando este discursava no acto de assinatura da Concordata. O mesmo online avança com razões que podem estar na base da “ precipitação do PM”: “A nossa fonte diz presumir que, o Primeiro-ministro não quis ficar atrás de ninguém na primeira reacção oficial de Cabo Verde e tratou logo de avançar com o discurso fúnebre”, numa alusão à atitude que teve no passado, quando reagindo à presença de Jorge Carlos Fonseca no 100º aniversário do ANC.

  1. Ricardo

    O problema é que JMN é um mentiroso compulsivo. E uma das caracteristicas do mentiroso compulsivo é a sua incapacidade de distinguir a realidade da ficção.
    Outro ponto também é o problema de compensação da sua falta de maturidade e capacidade intelectual que o leva a usar meios ridiculos.

  2. Pedro José Lima

    O Zemas é mesmo lesma. A diferença entre ele e uma ilha é que esta està cercada de àgua por todos os lados e ele mete àgua por todos os lados.
    Que não venha culpar o Gabinete que ele escolheu

  3. Américo Antunes

    E ninguém demite o pessoal lá do Gabinete? Quem foi o Tchota que deu a informação ao Zé ? Como é que o PM limitou se a ler um papelinho que um assessor lhe entregou ? O Pm deve um pedido de desculpa ao governo da Africa do Sul , aos caboverdianos e ao coitado do Núncio Apostólico que foi atras da sua asneira.

  4. Alcindo Santos

    Acontece que tb o PM de C.verde è de natureza humana e susceptivel a erros e enganos. Agora por voces mudamo de PM? mas por Favor!

  5. soncente

    Canbadas de ignorantes, eses comentarios rediculos, mentirosos sa o voces todos que nem cerebro parecem ter, enganar errar eh humano e pelos vistos nao foi so o PM, voces tem inveja do nosso PM, ate esse jornaleco on line o seu director nao tem nada na cabeca e nao entende de jornalismo serio, sei que esse comentario nao vai sair

  6. Manuel Maocha

    ESTE, HA MUITO QUE DEU O QUE TINHA PARA DAR! HAJA PACIENCIENCIA PARA TANTA GAFE

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.