Fonte-Meio: Condutores e peões colocam as vidas em perigo.

10/06/2013 00:41 - Modificado em 10/06/2013 09:01

 

 

 

O NN constatou que na zona de Fonte-Meio /Madeiralzinho existe uma passadeira que muitos condutores não respeitam, pois não param para ceder o direito de passagem aos peões e estes, por sua vez, também não respeitam as regras e, por conveniência, utilizam uma “passadeira imaginária” para atravessarem a estrada. Este cenário acontece na estrada em frente da Bomba de gasolina da Enacol que faz a ligação com a zona de Cruz João Évora.

 

Quando os alunos saem da escola às 12h30 é a hora que o maior perigo espreita, é o momento de maior movimento não só por parte dos alunos mas também das pessoas que regressam a casa para o almoço. Alunas do Jorge Barbosa disseram ao NN que “quase já morremos nessa passadeira. Um camião parou para atravessarmos e outro carro no sentido contrário não fez o mesmo e quase que nos atropelava, até o carro saiu fora da estrada.” O NN foi ao terreno e as imagens de perigo falam por si. Enquanto que Dora apela às autoridades para colocarem um polícia de trânsito nesta zona para que as regras sejam cumpridas, adianta que “só assim as pessoas se mentalizam do perigo eminente nesta zona esperando que não seja necessária uma tragédia para que isso aconteça”.

  1. Nuno Almeida

    O perigo espreita nesse cruzamento tanto para os peões como para os automobilistas que tem de cruzar a estrada, uma vez que quem desce no sentido de Cruz /Laginha, vem sempre em alta velocidade sobretudo taxistas e camionistas, que põem em risco a vida de todos.A solução seria colocar quebra molas nessa localidade o mais urgente possível. E já agora fazer o mesmo no cruzamento da shell Campim na estrada para o aeroporto de S .Pedro nem passadeira existe, alias sitio onde já muitos perderam a vid.

  2. MLS

    Se forem ver a maioria das passadeiras aqui em S. Vicente cairam do ceu e ai ficaram. Ficam mal localizados, são mal assinaladas, estão em lugares que nunca deveria estar enfim uma aberração. Ja basta de tanta asneirada nas estradas de Mindelo. Que façam um trabalho serio.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.