TIR para os colegas que sobreviveram

6/06/2013 01:11 - Modificado em 6/06/2013 01:11
| Comentários fechados em TIR para os colegas que sobreviveram

O Tribunal da Comarca do Sal aplicou Termo de Identidade e Residência aos dois indivíduos que participaram no roubar carroroubo de uma viatura, que viria a capotar numa curva perigosa na localidade de Pedra de Lume. Os dois jovens vão aguardar julgamento em liberdade, já o colega, Romão Oliveira que participou do roubo não teve a mesma sorte, porque perdeu a vida na sequência do acidente.

 

O juiz de instrução criminal procedeu ao interrogatório dos dois homens detidos pela Polícia Nacional por participação no roubo de uma viatura, Toyota Dyna que pertencia a um cidadão de nome “Ti Gust”. Os sujeitos na companhia de um cidadão de 35 anos, de nome, Romão Oliveira roubaram o veículo, na madrugada de domingo, mas quando faziam o percurso entre Espargos e Pedra de Lume sofreram um acidente.

Um dos arguidos, que seguia ao volante perdeu o controlo do veículo e embateu num sinal que indicava a aproximação de uma curva perigosa. A viatura capotou na estrada por mais de 30m provocando uma vítima mortal e três feridos ligeiros, uma vez que os indivíduos deram boleia a um guarda reformado da Câmara Municipal do Sal.

Romão Oliveira, natural de São Vicente, mas que vivia há algum tempo no Sal, sofreu traumatismo crânio-encefálico e acabou por falecer. Por seu lado, os dois colegas da vítima e um cidadão que seguia de boleia sofreram ferimentos ligeiros e foram transportados para o Hospital do Sal para receberem tratamentos clínicos.

Com a detenção dos dois arguidos que sobreviveram ao acidente, o juiz depois de proceder ao interrogatório entendeu que os factos não permitiam aplicar-lhes uma medida mais grave, por isso mandou-lhe para casa, sob Termo de Identidade e Residência.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.