Instituto Universitário de Educação vai pagar o que deve

6/06/2013 01:08 - Modificado em 6/06/2013 01:08

dinheiroA Direcção do Instituto Universitário da Educação, ex Instituto Pedagógico garante que o grupo de professores que trabalha em regime de acumulação na ilha de São Vicente vai receber os salários em atraso. O Instituto Universitário da Educação esclarece que houve alguns entraves que proporcionaram a demora na cedência das verbas, mas que com a resolução do problema, os professores terão as suas remunerações.

 

O NN contactou o director do Instituto Universitário da Educação, ex Instituto Pedagógico, em São Vicente, para apurar se a instituição pretende pagar os oito meses de salários reclamados por oito professores que leccionam sob sistema de acumulação de disciplinas.

É que os docentes entregaram uma carta à direcção a pedir esclarecimentos sobre o atraso no pagamento dos salários, e que o problema fosse resolvido até sexta-feira, 7 de Junho, porque caso contrário, o grupo paralisaria os trabalhos a partir do dia 10 de Junho.

Mas o director do IUE, Jorge Duarte sublinha que a instituição vai pagar o que deve, porque a situação está resolvida. Jorge Duarte garante que os cidadãos em causa irão receber as remunerações nos próximos dias. O director do ex Instituto Pedagógico explica os meandros do processo revelando que os atrasos foram provocados por “um mal-entendido no sistema de pagamento”.

Mas salienta que essa barreira foi ultrapassada, e que os professores estão esclarecidos sobre o assunto, pelo que trataram de resolver o problema para que em tempo útil, os docentes possam receber as remunerações pelos serviços prestados à instituição.

  1. Bitoiss

    Este Instituto é uma ANEDOTA. ANEDOTA PURA. Há uma professora, se é que assim pode ser chamada, que é uma autentica CHACOTA. Diz que aos exercícios passados não tem de corrigir porque é uma Universidade. A mesma chegou a dizer que não tem de explicar matéria nenhuma pelas mesmas razões. (Eu penso que ela não sabe para ela – o que está a deixar de ser uma dúvida – várias as vezes em que é confrontada com o que está nos manuais, tendo de mudar o que dizia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.