Homem confirma abuso sexual de enteada com perturbações mentais

6/06/2013 01:03 - Modificado em 6/06/2013 01:03
| Comentários fechados em Homem confirma abuso sexual de enteada com perturbações mentais

Abuso menoresDepois de mandar para a prisão, um homem indiciado de abusar sexualmente de uma enteada que padece de perturbações mentais, o Tribunal de São Vicente quis saber como ocorreram os factos. O caso remonta ao ano de 2011 e, agora, com a realização do julgamento o indivíduo incorre a uma pena de prisão de 4 a 10 anos.

 

Um cidadão de 55 anos sentou-se no banco dos réus para responder a um processo-crime onde estava acusado da prática de um crime de agressão sexual contra uma enteada. A vítima de 24 anos padece de perturbações mentais e foi vítima de abusos sexuais no ano de 2011.

O caso ocorreu na zona de Fernando Pó, no entanto o indivíduo ficou a aguardar o desenrolar do processo em liberdade, mas por ordem do Ministério Público foi detido em Janeiro de 2013 e presente ao Tribunal, o juiz teve mão pesada em mandou-o para a prisão.

Questionado durante a audiência de julgamentos sobre os factos da acusação, o arguido confessou o crime, e explicou ao Tribunal como ocorreu a prática do crime de agressão sexual. Por imposição da lei, dado a tipologia do crime que determina a preservação e protecção da vítima, os factos apurados em Tribunal não podem ser de domínio público.

Mas o certo é que o homem confessou o crime, e agora, enfrenta uma condenação à base da análise que o Juízo Crime fizer do caso, e das circunstâncias que determinaram o abuso sexual da vítima. O arguido vai continuar detido na Cadeia de São Vicente, e na próxima segunda-feira vai conhecer o desfecho deste caso com a leitura da sentença em primeira instância.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.