Tchey morreu: Mas director continua com o pé no acelerador

6/06/2013 00:57 - Modificado em 6/06/2013 00:57
| Comentários fechados em Tchey morreu: Mas director continua com o pé no acelerador

aceleradorFaleceu o compositor e músico Tchey na madrugada de quarta-feira, vítima de doença prolongada. Esse artista que marcou o inicio da abertura politica, nos anos noventa, com as músicas como “se bo é director trá pé de acelerador” ou “ Pau … é pau”

 

Vicente Correia de Carvalho, conhecido artisticamente por Tchey, faleceu aos 55 anos. Tchey e a sua música surgem em 1990 com a abertura politica e ganham algum protagonismo devido as criticas de algumas composições como “se bo é director trá pé de acelerador”, onde criticava o abuso dos directores em relação as viaturas de estado e outros “ abusos”. Tema que continua actual . Também ficou célebre a composição “ Pau … é pau” onde critica a acção da policia durante a abertura politica . Mas todos concordam que Tchey é apenas uma marca ligeira de uma época que se iniciava , alguém que fez a musica certa ,a letra certa para um determinado momento e depois acabou . A maioria há de concordar que Tchey não era uma músico e um compositor dotado de ferramentas que lhe pudessem levar a outros patamares.

Tchey deixa os amigos com saudades dos grandes momentos proporcionados e todos consideram uma grande perda. Cubilas afirma à RCV que as composições de Tchey foram feitas num momento marcante para Cabo Verde, nos anos 90 com a mudança do regime político e que o levaram ao sucesso quer a nível nacional quer na Diáspora, o que “foi um acontecimento inédito em São Vicente.”

Tchey artista que marcou com a música “se bo é Director trá pé de acelerador” ficará gravado na memória dos mindelenses que sofreram uma grande perda, dizem os amigos do artista à RCV.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.