Rolando com futuro incerto: Benítez não quer o central no Nápoles

4/06/2013 01:27 - Modificado em 4/06/2013 01:27

RolandoO futuro de central luso-cabo-verdiano, Rolando está novamente em aberto, depois do novo treinador do Nápoles, o espanhol Rafael Benítez, ter informado o clube que não conta com o defesa-central para a próxima época.

O emblema italiano não vai, dessa forma, exercer o direito de opção para aquisição dos direitos económicos do futebolista, possibilidade que ficou prevista aquando das negociações com o FC Porto, em Janeiro, que levaram o jogador até ao Estádio San Paolo por empréstimo.

Os seis meses de cedência não foram tão proveitosos quanto Rolando desejaria. O defensor apenas participou em sete partidas oficiais e não convenceu os responsáveis do clube transalpino, até pelo elevado preço que custaria caso a opção fosse accionada.

Recém-chegado ao clube, depois de ter vencido a Liga Europa pelo Chelsea, Benítez quer retocar o sector recuado com jogadores que, na sua opinião, ofereçam maiores garantias numa defesa com quatro elementos, que substituirá a escolha habitual do treinador anterior, que jogava com três centrais. E Rolando não encaixa no perfil definido.

Ligado ao Futebol Clube do Porto por um contrato que termina apenas em 2016, Rolando está novamente no mercado à espera de propostas suficientemente aliciantes para prosseguir a sua carreira. Continuar no estrangeiro é a possibilidade mais forte, num ano em que o jogador tem de apostar forte no sucesso, pois faz parte das ambições pessoais ser chamado pelo seleccionador de Portugal, Paulo Bento ao Campeonato do Mundo do Brasil, em 2014.

  1. Salmar

    Deste nao tenho pena alguma ! Estivesse a representar os Tubaroes Azuis a coisa seria outra !

  2. Julio Goto

    … os Taidores sao todos punidos.Deu costas a Cabo Verde para ser Portugues. Tentou pedir desculpas a Cabo Verde festejando com a NOSSA BANDEIRA quando recebia o trofeu da UEFA.O portugues viu e nao gostou. Foi o topo e o gajo agora esta a chupar limao.

  3. criolo

    Fez a sua escolha; certo ou errado, sei não, mas se tivesse optado por Cabo Verde seria valorizado e respeitado. O que acontece é pura vingança do Pinto da Costa por ele Rolando ter aberto a boca e dito coisas verdadeiras.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.