“Irei convidar o Papa a visitar Cabo Verde numa ocasião oportuna”

30/05/2013 00:55 - Modificado em 30/05/2013 00:55
| Comentários fechados em “Irei convidar o Papa a visitar Cabo Verde numa ocasião oportuna”

jcfO Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, anunciou que tem um encontro com o Papa Francisco no dia 3 de Junho. A visita do Chefe de Estado ao Vaticano surge numa semana em que Cabo Verde assina a Concordata com a Igreja Católica. O Presidente da República vai aproveitar o encontro para convidar o Papa a visitar Cabo Verde.

 

Durante a conferência de imprensa para fazer o balanço da sua participação na cimeira da União Africana que decorreu em Addis Abeba, Etiópia, o presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, declarou que vai realizar uma viagem à Itália, para se encontrar com o Papa Francisco e ainda encontrar-se com a comunidade cabo-verdiana em Roma.

O Chefe de Estado salienta que a audiência acontece no dia 3 de Junho, pelas 11 horas e explica que “depois de alguns contactos com o conhecimento do Governo e em articulação com o bispo de Santiago, Dom Arlindo Furtado e com o bispo do Mindelo, Dom Ildo Fortes, assim como com o representante da Santa Sé em Cabo Verde, conseguimos um encontro com o Papa Francisco”.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca afirma que o encontro se revela um “privilégio”, uma vez que como Chefe de Estado vai representar um país cuja população é, na sua maioria, católica.

Com o Santo Padre, Jorge Carlos Fonseca vai abordar assuntos não só relacionados com a vida internacional, o problema da instabilidade na sub-região africana, mas também a questão da “crise mundial de valores”, assim como o papel que considera importante que a Igreja Católica tem no arquipélago de Cabo Verde.

 

“Irei convidar o Papa numa ocasião oportuna para fazer uma visita a Cabo Verde, mas também será um privilégio ainda maior porque Cabo Verde irá assinar nos próximos dias a Concordata com a Santa Sé que é a definição do estatuto jurídico da igreja Católica em Cabo Verde” concluiu o Presidente da República.

 

Por outro lado, durante a sua estadia em Itália, prevista para dois dias, o Chefe de Estado irá encontrar-se com a comunidade cabo-verdiana em Roma, num encontro que deverá contar ainda com a presença de cerca de 50 emigrantes provenientes de Nápoles.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.