Tribunal condena ex-namorado de Nady a 25 anos de prisão : “ foi bárbaro , frio e letal”

24/05/2013 11:02 - Modificado em 24/05/2013 11:03

Reconstituição do assasinato de Nádia Aleixo (1)O primeiro juízo crime do Tribunal de São Vicente condenou o ex-namorado de Nádia Aleixo a 25 anos de prisão. O Juiz considerou que ficou provado que Adilson da Luz assassinou a ex-namorada Nádia Aleixo, no dia 24 de Dezembro de 2012. Nos autos constam que “nesse dia ele levou a Nádia para o seu quarto e que na sequência de uma discussão, onde está disse que  ia terminar o namoro, o arguido saltou para cima dela e depois agrediu-a com uma garrafa revestida de sisal “. De acordo com o relato médico esses golpes na cabeça e no rostos  terão provocado a morte de Nádia “. O juiz considerou que o acusado agiu de “ forma bárbara, fria, e letal “. E no fim da sentença disse ao arguido para “ pedir a Deus que tenha pena da sua alma, pois o que fez foi muito grave “. Assim condenou o arguido a uma pena de 24 anos por homicídio agravado  e a um ano por abuso de arma .

 

Recurso

 

Elisabete Santos, advogada de defesa oficiosa, disse que se o seu constituinte, assim entender, vai recorrer ao Supremo Tribunal de Justiça, pois considera a “ pena excessiva” e que “a condenação deve ser proporcional ao acto, pelo que o Tribunal deve excluir a agravação por asfixia, porque em julgamento não ficou provado esse facto.” Elisabete Santos sublinha que o relatório médico refere-se aos traumatismos provocados pelos golpes de garrafa e como não houve uma autópsia ao corpo que já se encontrava em avançado estado de decomposição, não há como provar que houve estrangulamento.

 

 

  1. Um revoltado

    Boa! Mão pesada em cima desse assassino! Pena q a pena máxima neste nosso país seja só de 25 anos. Na verdade, 1 assassino deste tipo, merecia tomar mais, muito mais! Pois, se a nossa Constituição tivesse previsto, como pena máxima, para crimes deste jaez, a setença de morte do assassino, a fera ganharia assim o drto a viajar lá para o infinutum, onde mandou a malograda q por sua vez teria também o drto de dali o matar, c/as suas prp mãos e mandá-lo assim lá para o fundo das quintas do inferno!

  2. José Santos

    Parabéns NN pelo excelente trabalho jornalístico q tem feito junto do tribunal de Sao Vicente, o vosso trabalho tornou o tribunal mais democrático , pois os intervenientes sabem que os vossos jornalistas estão nas salas de audiência .parabens pela forma digna e correcta como tratam os acusados e condenados e por darem espaço a defesa para defender os seus argumentos ,como aconteceu neste julgamento , mesmo quando para nos o crime é hediondo.

  3. Fonte Ines

    Esse assassino devia tma era setença de morte , pena e p se filha que fca sem mae , e p quel familia ,esse dia um que te esquecel nunca vida foi mesmo triste quando es da esse noticia trist la ne espia .

  4. Dje Guebara

    Deveriam de existir em Cabo Verde pena da morte para essos assesinos.

  5. Ilhas

    Alguém que entenda do assunto podia explicar me, pq a nao colocação de fotos de piratas e assassinos, porque toda essa proteção, faz parte da lei,?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.