Do sonho de ser futebolista para o Serviço Social

23/05/2013 02:13 - Modificado em 23/05/2013 09:01

Belinda SilvaBelinda Silva, 24 anos, foi premiada como a melhor jogadora de futebol no Campeonato inter-universidades e é considerada como a melhor jogadora de futebol Feminino da Universidade Lusófona, onde frequenta o 4º ano do Curso de Serviço Social. Belinda tem o sonho de entrar no mundo da bola como ponta de lança. Visto que em 2009 em Cabo Verde não havia licenciatura em Educação Física, optou por adiar o desejo de ser uma grande futebolista, mas continua a correr atrás de uma oportunidade.

 

Belinda conta que nasceu em Santo Antão, onde desde os 4 anos frequentava os campos de futebol com os tios e foi considerada uma Maria-rapaz por gostar de jogar à bola. A Belinda revela que pelo facto de em 2009 Cabo Verde não existir o Curso de Educação Física, optou pelo Serviço Social e diz que “aprendi a gostar do curso, porque nos ensina a ter mais amor pelo próximo e a ajudar as pessoas aplicando as leis”. Contudo, a Maria-rapaz nunca desistirá do sonho de fazer parte de uma equipa de futebol feminina.

 

A nossa entrevistada está à espera de uma oportunidade no mundo futebolístico, enquanto isso, pretende continuar a treinar. Belinda refere que está preocupada, isto porque irá terminar o curso de Serviço Social e não irá continuar a fazer parte da equipa de futebol da Lusófona. No entanto, pretende terminar o curso. Mas diz que “não vou desistir do meu objectivo e do meu sonho de ser futebolista”.

 

A Belinda considera o prémio de melhor ponta de lança que arrecadou no campeonato inter-universidades como pólvora no gatilho do seu sonho para continuar à procura da oportunidade de entrar num campo de futebol e ser futebolista. Concorda que as oportunidades de curso são limitadas em Cabo Verde, mas aconselha a todos os jovens que estão a fazer as próprias escolhas profissionais para não desistirem do que realmente querem e que corram atrás dos próprios sonhos.

  1. Atento

    Atenção Sr. Jornalista, a atleta Belinda Silva não foi eleita a melhor jogadora do torneio, mas sim melhor marcadora até pq esse prémio nem existia uma vez que seria difícil premiar a melhor jogadora quando se tem nomes que se destacam como o caso de Lola (Lusófona), Marry (UniMindelo), Laís (Académica), Yarin Neves (ISCEE), Lidjy (ISCEE), entre outras. Para se publicar tais notícias tem de se ter atenção as fontes onde vamos buscar tais informações, sem querer ser intrometido, FICA AQUI O REPARO

  2. Joaquim da Silva bar

    Belinda é natural de Santo Antão nascida e criada em Mão Para Traz e .Só está em mindelo a estudar.Dizer que nasceu em Santo Antão é uma omissão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.