ICCA vai convocar os parceiros para definirem estratégias de intervenção

22/05/2013 00:30 - Modificado em 22/05/2013 00:30
| Comentários fechados em ICCA vai convocar os parceiros para definirem estratégias de intervenção

prostituição infantilNo mês de Abril, durante um encontro de parceiros das do Centro Social das Aldeias Infantis SOS, os participantes manifestaram a sua preocupação para com o aumento da prostituição infanto-juvenil em São Vicente. Perante esta situação, o Instituto Cabo-verdiano Criança e do Adolescente, que trabalha no combate desse fenómeno não pretende ficar de braços cruzados, por isso vai agendar um encontro de reflexão.

Esta garantia é do delegado do ICCA em São Vicente, Jandir Oliveira que afirma que brevemente vai haver uma reunião com todos os parceiros do instituto na ilha de São Vicente. “Vamos auscultar as suas preocupações a respeito do assunto, para fazermos uma reflexão sobre a prostituição na ilha e analisar uma estratégia conjunta de intervenção”.

Por outro lado, enquanto o ICCA prepara o encontro para debater esse mal social que ataca a sociedade são vicentina, Jandir Oliveira assegura que a instituição realiza acções de trabalho e prevenção como: o atendimento diário nos Programas Emergência Infantil e Serviço Social, acções de sensibilização de famílias, crianças, adolescentes, palestras na escolas para alunos, acções de capacitação para professores e palestras nas comunidades.

Parcerias

Mas o Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente procura alargar os horizontes no combate a prostituição infanto-juvenil, por isso está a trabalhar no sentido de conseguir apoio técnico e assessoria de outras instituições de países como Brasil e EUA, que já fazem um trabalho de combate a esse fenómeno. Isto como forma de capacitar ainda mais os técnicos do ICCA e também os parceiros para o combate de casos de prostituição de menores.

Por considerar, a prostituição infanto-juvenil, uma “terrível forma de violência contra crianças e adolescentes, e também um problema social com alguma complexidade”, a delegação do ICCA em São Vicente pretende dar continuidade ao trabalho de parceria que mantém com a Procuradoria da República, Tribunal, Polícia Nacional, Polícia Judiciária, Associações Comunitárias, ONGs, escolas, instituições de saúde, outros organismos do Estado e privados.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.