Cameron acusado de ceder a chantagens

20/05/2013 00:46 - Modificado em 20/05/2013 00:46
| Comentários fechados em Cameron acusado de ceder a chantagens

cameronDavid Cameron “abriu uma caixa de Pandora política e parece estar a perder o controlo do seu partido”, ao ter tornado claro que “se opõe aos termos actuais de permanência do Reino Unido na União Europeia”, escreveu num artigo de opinião Geoffrey Howe, ex-ministro das Finanças e ex-vice-primeiro-ministro de Margaret Thatcher.

 

O discurso que Howe fez quando se demitiu do Governo em 1990, por causa das políticas de Thatcher em relação à União Europeia, é considerado como a faísca que desencadeou a cadeia de acontecimentos que levou ao fim do longo mandato de Thatcher.

 

As suas palavras no semanário Observer têm, por isso, uma ressonância especial, num momento em que o primeiro-ministro conservador está, claramente, aprisionado pela ala mais eurocéptica do seu partido, que clama pela realização de um referendo sobre a permanência do país na União, enquanto o partido de protesto UKIP (Partido da Independência do Reino Unido), que pede o mesmo, atinge 19% de intenções de voto.

 

Do lado dos trabalhistas, Peter Mandelson, ex-ministro e conselheiro próximo de Tony Blair e Gordon Brown, usou uma comparação televisiva. “O partido do isolamento do Reino Unido [o UKIP] e os conservadores, que são os seus companheiros de viagem, estão a criar uma espécie de esquema de extorsão ao estilo dos Sopranos dentro do Partido Conservador”, afirmou na BBC. “Estão a dizer: ‘Façam o que nós queremos, dêem-nos o que estamos a exigir, ou deitamos fogo à vossa casa.'”

 

A crise entre os elementos mais à direita do Partido Conservador e a liderança do primeiro-ministro David Cameron promete continuar — não só por causa da Europa, mas agora também por causa do casamento gay, que voltará ao Parlamento na segunda-feira. Uma petição de 34 dirigentes locais foi este domingo entregue em Downing Street, alertando contra a “crise do conservadorismo” e os “três temas que estão a destruir o partido: a Europa, o casamento entre pessoas do mesmo sexo e o desprezo pelos militantes”.

 

 

 

publico.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.