Capoeira na escolas: estimular a capacidade dos alunos

20/05/2013 00:21 - Modificado em 20/05/2013 00:21
| Comentários fechados em Capoeira na escolas: estimular a capacidade dos alunos

capoeiraOs graduados da escola Abada Capoeira levam a arte da capoeira às escolas de São Vicente. Um dos objectivos é o de estimular a capacidade dos alunos e, sobretudo, motivá-los para a importância do comportamento disciplinado e saudável. Uma iniciativa que até este momento abrange duas escolas da ilha – escola Valentina e escola José Augusto dos Santos -, mas que pretende expandir-se para outras instituições de ensino noutras paragens da ilha.

 

Trata-se de um projecto desenvolvido pelo Abada Capoeira cuja finalidade se prende com as camadas mais fragilizadas da sociedade entre as quais os doentes mentais, crianças e adolescentes em situação de risco. Nas escolas, o trabalho é feito no sentido de monitorar os alunos, sobretudo, os que se encontram em situação de risco de forma a impedir que abandonem os estudos.

“A Capoeira é mais que um desporto, é uma arte, uma expressão cultural. Cada movimento, cada sonoridade, tudo em conjunto exerce grandes reflexos no comportamento das pessoas. É isso que pretendemos, motivar as crianças, porque o instrumental em si, a música, chama a atenção, traz evolução espiritual e é óptima no processo educativo das crianças”, explica o graduado Vítor Bruno.

“Pretendemos levar o desporto, iniciar o desporto desde pequenino, onde quer que as crianças estejam, porque para além de se manterem ocupadas é uma óptima terapia que lhes pode ajudar a crescer com mais qualidade de vida”, enaltece Carlos Delgado, membro graduado na escola Abada Capoeira.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.