Mindelenses querem menos conversa e medidas rápidas para São Vicente

17/05/2013 00:06 - Modificado em 17/05/2013 00:16
| Comentários fechados em Mindelenses querem menos conversa e medidas rápidas para São Vicente

mindeloA situação económica e social de São Vicente tem sido alvo de muitas intervenções de actores políticos, com particular destaque do Presidente da República, do Presidente da CMSV, do líder da UCID, António Monteiro e do Presidente do PAICV em São Vicente, Alcides Graça. O tema é consensual no que tange a realidade da situação difícil das pessoas, com uma elevada taxa de desemprego e um baixo crescimento económico, mas no que diz respeito às responsabilidades e às soluções, os discursos dividem-se, mas todos sentem que são precisos investimentos a curto prazo para mudar a situação da ilha.

Independentemente dos discursos citados acima os mindelenses sentem que a ilha precisa de algo urgente e que as dificuldades são visíveis com a ilha a andar cada dia para trás. Toi Nascimento, morador em Monte Sossego, afirma que a situação como está e com a tendência a piorar, vai fazer com que as famílias mindelenses passem cada vez por mais necessidades. E Jaime Delgado acrescenta que é uma realidade que já se pode constatar. “Há pessoas sem trabalho e que mal conseguem ter uma refeição decente”, diz este cidadão.

O sentimento dos entrevistados é que a situação pode ser ultrapassada mas não apenas com conversas. Lídia Santos, da Bela Vista, diz que há muita conversa à volta do que é bom para São Vicente mas que ainda não se começou a fazer nada. E acrescenta que acredita na intenção dos políticos de melhorar a situação da ilha, por isso, aconselha “mais trabalho e menos conversa”. Mas o sentimento é generalizado e que é preciso fazer alguma coisa para mudar o rumo. Jorge Nascimento exprime que São Vicente precisa de uma “real preocupação” de todos e, principalmente, dos que estão em posição de decisão.

Neste momento todos, políticos e sociedade civil, falam em medidas para ajudar São Vicente e o desejo dos mindelenses é “quanto mais rápido melhor” para ajudar a ilha nesta fase menos boa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.