Diplomata Americano preso por espionagem

16/05/2013 01:51 - Modificado em 16/05/2013 01:51
| Comentários fechados em Diplomata Americano preso por espionagem

diplomata americanoTerceiro secretário da embaixada dos EUA em Moscovo terá tentado recrutar agente russo. Foi declarado ‘persona non grata’ e expulso do país.

 

Um diplomata norte americano foi detido pelos serviços de contra espionagem russos quando tentava recrutar um agente russo, num incidente que traz à memória os tempos da Guerra Fria.

Segundo o Serviço de Segurança Federal da Rússia (FSB, sucessor do KGB), Ryan Foggle, terceiro secretário da embaixada dos EUA em Moscovo, foi apanhado segunda-feira à noite em flagrante quando ia encontrar-se com o seu contacto, cuja identidade não foi divulgada. Vestido de forma casual e disfarçado com uma peruca loira, Foggle levava consigo outra peruca, uma faca, um mapa da cidade, uma bússola e um maço de notas de 100 euros. E levava ainda uma carta incriminatória, detalhando os pormenores do acordo com o recruta. A missiva oferecia 100 mil euros para discutir a “experiência, conhecimentos e colaboração” do contacto, mais a promessa de um milhão de dólares anuais como pagamento pelos serviços prestados, acrescidos de bónus.

Foggle passou a noite nas instalações do FSB e ontem foi declarado ‘persona non grata’ e expulso do país. A embaixada dos EUA em Moscovo não comentou o incidente.

Porém, o Ministério russo dos Negócios Estrangeiros afirmou que “actos provocatórios deste género não ajudam a reforçar a confiança mútua”. *com agências.

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.