CS Mindelense mete água e Desportivo leva os três pontos

12/05/2013 13:33 - Modificado em 12/05/2013 13:33

mindelense 2012O CS Mindelense foi surpreendido pelo Desportivo da Praia, que assim consegue entrar da melhor forma no Campeonato Nacional 2013. Isto porque os jogadores do Mindelense dormiram à sombra da bananeira e a formação “militar” puxou dois coelhos da cartola para conseguir o seu objectivo. De realçar que os adeptos do Mindelense ficaram desiludidos com a postura da própria equipa e muitos abandonaram o estádio antes do apito final.

O Estádio Adérito Sena, na ilha de São Vicente, recebeu o jogo entre o CS Mindelense e o Desportivo da Praia, partida referente à primeira jornada do Campeonato Nacional 2013. As duas equipas lutavam pelos mesmos objectivos: alcançar os três pontos e garantir a primeira posição do grupo B, a passagem da jornada inaugural.

Pela sua trajectória no Campeonato Regional de São Vicente sem sentir o sabor da derrota, os Leões da Rua da Praia entraram em campo como favoritos, mas o Desportivo mostrou que no futebol nada é impossível, contrariou o favoritismo do Mindelense e venceu o seu adversário por 2-0 com golos de Márcio e Ydér.

Análise

A história do jogo entre as duas equipas resume-se num Mindelense que acusou ansiedade pelo que, com o passar do tempo, a desconcentração passou a reinar no seio da equipa treinada por Bubista, uma vez que cometia vários erros e raras vezes os jogadores ganhavam as bolas divididas com os atletas da equipa de José “Kuka” Almeida.

Já o Desportivo teve um modelo de jogo caracterizado pela união dos jogadores e pela impermeabilidade no sector defensivo. No final da partida a festa foi da equipa do Desportivo, enquanto que os adeptos do Mindelense entoaram críticas ao treinador Bubista e aos jogadores.

Jogo

O Mindelense entrou melhor na partida mas, com o passar dos minutos, perdeu o controlo do jogo e, aos 19´, o avançado Márcio que já tinha deixado avisos ao sector defensivo do Mindelense, aproveitou uma distracção dos defesas e, ao surgir na cara de Tol, colocou a bola no fundo da baliza.

Com este golo sofrido, o Mindelense saiu à procura do empate e, volvidos dois minutos, Dukinha executou uma boa jogada, mas Fredson entregou a bola nas mãos do guarda-redes Ariquinho. A equipa de Bubista voltou às evidências e em dois lances o guarda-redes do Desportivo comprometeu a sua equipa, porém, os jogadores dos Leões da Rua da Praia não souberam aproveitar a oferta.

Erro

Aos 29´, o árbitro principal, Alberto Monteiro desenquadrou-se de um lance na grande área do Desportivo e o seu assistente, Roberto Carlos, fez vista grossa e não assinalou uma grande penalidade a favor do Mindelense, uma vez que o guarda-redes, Ariquinho derrubou Danny Koué que já tinha a bola em seu poder.

Xeque-mate

O Mindelense perdeu por completo o controlo do jogo, aos 35´ ainda introduziu a bola na baliza do Desportivo, mas Dukinha estava em posição irregular. A fechar a primeira parte, por duas vezes, o jogador que estava a ser o pesadelo do Mindelense, Márcio, esteve perto de ampliar o resultado, mas rematou à barra e ao lado da baliza.

O jogo foi para o intervalo com o Mindelense em desvantagem e no reatar da segunda parte, a chama do campeão regional de São Vicente apagava-se com o passar dos minutos. Os Leões da Rua da Praia não conseguiam levar o perigo à baliza de Ariquinho e, aos 89´, o Desportivo saiu disparado no contra-ataque, Ró passou a bola para Ydér que perante a saída de Tol não tremeu e fixou o resultado em 2-0.

  1. Soncente

    Foi a 1a vez este ano que fui ao Estadio e que desilusão.Esta equipa do mindelense está mal preparada,meio campo muito fraco com o Duquinha sem força.Está a pagar a fatura de ter todos os jogadores de S. Vicente no plantel e que não jogam.Qualquer dia com as dividas que o clube tem vão para 2a divisão como a Académica do Mindelo.
    Este ano nem vão para segunda fase porque vão perder com a Ilha da Brava.
    O mindelense precisa de um bom Treinador porque um o Bubista foi bom jogador mas treinador….

  2. Gilberto Freire

    A culpa é da República de Santiago, da tribo da badilândia e da não regionalização do Norte, melhor dizendo, de São Vicente!!!

  3. sintanton ja ganha nos na casa praia tambe dicanada esse cosa t vra moda ´GANHA MINDELENSE NA CASA ´e brava ma sal t bem panah ses curpim tambe…….esse jog foi vergonha p nos d soncent

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.