Papa pede coragem para defender crianças

6/05/2013 00:47 - Modificado em 6/05/2013 00:47
| Comentários fechados em Papa pede coragem para defender crianças

papa franciscoO papa Francisco pediu ontem “clareza e valentia” na defesa das crianças vítimas de abusos sexuais. O apelo foi feito na Praça de São Pedro, no Vaticano, na presença de irmandades católicas de todo o Mundo, durante a celebração do Regina Coeli, oração que substitui o Angelus na quadra pascal.

 

“Todos nos devemos comprometer de forma clara e com coragem numa luta que garanta que todos os seres humanos, e em particular as crianças, um dos grupos mais vulneráveis da sociedade, sejam sempre protegidos e defendidos”, afirmou o papa , acrescentando: “Quero assegurar-vos que todos os que sofrem estão presentes nas minhas orações.”

A ênfase dada à protecção dos menores vítimas de abusos sexuais coincidiu com a celebração do Dia das Crianças Vítimas de Violência e foi entendida como um recado à Igreja, maculada nos últimos anos por dezenas de escândalos de pedofilia protagonizados por sacerdotes de várias partes do Mundo.

Esta ideia foi reforçada por um comunicado do Vaticano, no qual se refere que “o Santo Padre pediu que seja continuado o trabalho de Bento XVI e que se actue com determinação nos casos de abusos sexuais na Igreja”.

Francisco teve ainda palavras de apreço para a beatificação, no sábado, na pequena cidade brasileira de Baependi, da filha de escravos Francisca da Paula de Jesus. Conhecida no século XIX como ‘Nhá Chica’, Francisca é a primeira negra tornada beata no Brasil. O papa argentino elogiou a “vida simples, dedicada a Deus e à caridade”, daquela que chegou a ser chamada “mãe dos pobres”.

 

 

 

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.