Indivíduo apanhado com um quilo e meio de cocaína no estômago

30/04/2013 01:10 - Modificado em 30/04/2013 01:10

prisao5O Juízo Crime da Comarca de São Vicente aplicou prisão preventiva a um indivíduo de 32 anos detido por suspeitas de tráfico de droga. O indivíduo, de nacionalidade guineense, vinha de São Paulo, Brasil e foi detido no Aeroporto Internacional Cesária Évora pela Polícia Judiciária na posse de 1,450 kg de cocaína pura, avaliada em onze mil contos.

No sábado, dia 27, a Brigada de Investigação ao Tráfico de Estupefacientes e Criminalidade Organizada cumpriu uma acção de controlo de entrada de estupefacientes no Aeroporto Internacional Cesária Évora, na ilha de São Vicente.
No âmbito de uma operação de combate ao tráfico de droga, a Polícia Judiciária na ilha de São Vicente deteve um cidadão guineense de 32 anos. Este online soube que a PJ realizou buscas nos pertences do suspeito e perícias técnicas no seu corpo. E que finda as análises internas foram detectadas 133 cápsulas contendo cocaína, que pesavam 1,450 kg.
De acordo com informações colhidas na PJ “foram respeitados os trâmites legais no âmbito de um processo de controlo do tráfico de estupefacientes. O indivíduo vinha do Brasil com destino à cidade da Praia e está sob vigilância. Feita a apreensão da droga, foi entregue às instâncias judiciais para a aplicação de uma medida de coacção”.
O suspeito foi interrogado pelo 2º Juízo Crime da Comarca de São Vicente que, finda a audiência, decretou a sua prisão preventiva. O processo-crime que envolve o cidadão irá para a instrução para se apurar a veracidade dos factos.
Depois de deduzida a acusação por parte do Ministério Público, o arguido será julgado sob Processo Comum Ordinário incorrendo a uma pena de prisão efectiva com base na lei que pune o tráfico de estupefacientes. Recorde-se que no mês de Março, a PJ deteve outro cidadão guineense no Aeroporto Internacional Cesária Évora pela Polícia Judiciária na posse de 1,310 kg de cocaína pura.

  1. olheiro

    ex mandjak animais te faze tud pe dnher com certeza jal fazel mas cum vez
    ex e um prublema pe nox cv ex divia mandax tud pe six terra

  2. Migrijim

    Caro olheiro, ha muita malta da praia (badiu) aqui em portugal fazendo o mesmo, se portugal resolver pensar como tu e enviar todos os caboverdeanos para ses terra e log um afronta na lugar.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.