“Já é um clássico agora”

29/04/2013 00:21 - Modificado em 29/04/2013 00:21
| Comentários fechados em “Já é um clássico agora”

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs jogos entre a Académica e o AllBlacks já são considerados como um clássico do basquetebol em São Vicente chamando público para o Polidesportivo de Oeiras. E neste fim-de-semana fez jus ao nome. Um jogo disputado de forma intensa com as duas equipas a tentarem deixar a própria marca no jogo. Mas a vitória foi para a equipa da Académica que venceu por 65-54. As duas equipas estavam empatadas no topo da classificação e, com esta vitória, a equipa da Micá passou a liderar o campeonato de forma isolada.

 

O primeiro período foi a prova da vontade das equipas em quererem vencer o jogo, mas apesar da vontade das duas equipas em marcar e fazer valer o próprio ritmo, o primeiro ponto só foi marcado após dois minutos e meio de jogo. A baixa pontuação caracterizou este primeiro período, com a Micá a terminar com uma vantagem de um ponto (11-10). No segundo período, o AllBlacks teve dificuldade em converter os ataques em pontos possibilitando a Académica de se distanciar no marcador e, no fim do segundo período, perdia por seis (28-22). Calú distinguiu-se pelo AllBlacks com oito pontos na primeira parte, enquanto que, pela Académica, Koni e Vani foram os mais certeiros com nove pontos cada.

Com a vantagem de seis pontos trazida da primeira parte, a mesma foi aumentada a cada período pela Académica que, no entanto, se defrontou com a forte oposição do AllBlacks que não baixou os braços. Calú foi o responsável por manter o AllBlacks na luta com 19 pontos na segunda parte, sendo que 12 dos pontos marcados foram no último período. Pelo lado da Académica, Jason assumiu o protagonismo na equipa com 14 pontos na segunda parte desempenhando um papel importante na vitória da Académica.

 

Cruzeiros volta à vitória

Depois da derrota na última jornada com o MindelVet´s, o Cruzeiros voltou à vitória frente ao Progresso por 84-31. A equipa do Cruzeiros não encontrou dificuldades em vencer uma equipa que está a viver uma crise com uma única vitória no campeonato. No intervalo, a diferença já era expressiva (37-11). Mas nem assim, a equipa do Cruzeiros abrandou o ritmo chegando à vitória por 53 pontos de diferença.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.