FMI, JMN os três porquinhos e o lobo mau

25/04/2013 01:00 - Modificado em 25/04/2013 13:37

dinheiro_euros_notasTodos se lembram do primeiro-ministro ter defendido que a economia cabo-verdiana estava “blindada”. Na altura, vozes da oposição e de organizações financeiras recomendavam medidas de contenção. Mas, ao que tudo indica, JMN agiu como o porquinho mandrião que, em vez de construir a casa de pedra e barro, como fizeram os irmãos, construiu-a de madeira e colmo. E já se sabe que quando o lobo mau chegou e assoprou, a casinha ruiu e o lobo só não comeu o porquinho porque este se foi esconder em casa dos irmãos. E é nesta situação que JMN se encontra perante o FMI. Pois, a cada sopro vindo das organizações financeiras internacionais, a “casa vai abaixo”.

 

Depois da agência de notação financeira Fitch baixar o “rating” de Cabo Verde de BB- [estável] para B+ [negativo], veioa  FMI, na quarta-feira, 24, rever em baixa a previsão de crescimento económico de Cabo Verde para 2013, estimando um abrandamento para 4,1% devido à crise na Europa e ao aumento da concorrência no turismo. E mais: Na análise regular do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao abrigo do artigo IV (exame regular feito a todos os países do fundo), a instituição recorda que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) cabo-verdiano abrandou em 2011 e 2012 (para 5,0 e 4,3, respectivamente) devido a um ambiente externo difícil e à quebra da procura interna.E… Aí está o lobo mau a soprar e a casa do porquinho a vir abaixo e nem JMN acredita mais na… blindagem da economia cabo-verdiana.

Mas, na lenda  o porquinho tinha a casa segura dos irmãos para se proteger dos dentes do lobo mau. A JMN parece que só lhe restam os braços sufocantes do FMI.

Mas, para chegar lá, tem de fazer o “ homework”, o trabalho de casa, e os directores do Fundo estão a ver com bons olhos a intenção do Governo de iniciar este ano uma consolidação orçamental de médio prazo. Mas não chega, pois alertam que esta deve ser implementada de uma forma que favoreça o crescimento e que, perante um crescimento do crédito malparado, encorajam as autoridades a reforçar a capacidade de supervisão e a acelerar a implementação das recomendações do Programa de Avaliação do Sector Financeiro (FSAP).

È , o lobo mau já assoprou  e estende os braços . Alguém falou em … blindagem da economia cabo-verdiana .? Quem não conhecia a estória do lobo mau e dos três porquinhos ?

Eduino Santos

  1. Carlos Silva - Ralão

    Pois FMI – Fundo de Malefeitores e Invejosos, uma das instituições mais corruptas do mundo, que semeia a desgraça por onde passam, roubando descaradamente os salários e destruindo as funções sociais. O FMI gosta de corruptos e corruptores, portanto os governos dos países onde pensam entrar têm de ter coragem para expulsar os causadores da ruína dos próprios países, o FMI e a sua corja.

  2. Carlos Silva - Ralão

    As pessoas têm de ser sensibilizadas quanto a expulsão dos banqueiros criminosos do BM e do FMI, assim como ocorreu no Equador, Hungria, Argentina, etc…, O objetivo do BM e FMI é condenar os jovens e os trabalhadores a miséria para salvar os bancos, nunca foi o objetivo destas duas instituições corruptas salvar país algum. O conceito de Estado Novo ou do Estado zero banca tudo, ou mesmo de salvação económica são também os fomentadores da crise e os que mais lucram com ela.

  3. Carlos Silva - Ralão

    As recomendações do FMI para o Equador eram exatamente as mesmas que agora são para Portugal; e todas elas passam por destruir os direitos dos trabalhadores, privatizar o estado social e gerar desemprego massivo para criar o chamado “exército industrial de reserva”, ou seja: milhões de pessoas dispostas a trabalhar por salários de fome. A isto os partidos do governo (PSD/CDS-PP) chamam, pomposamente, de “refundação”.

  4. Carlos Silva - Ralão

    O que o FMI e o BM querem fazer aqui em Cabo Verde, é que o Governo e/ou os partidos estejam em conformidade com um plano de despedimentos em massa, no setor da saúde, educação, nas finanças, etc…, tudo para que crie um batalhão de pessoas a retomarem a um emprego com salários de fome de forma a aumentar o lucro para os empresários corruptos e coniventes, multinacionais e para os bancos. E já estamos contribuindo para envio de divisas (euros) aos bancos portugueses, o que lhes tem ajudado.

  5. Carlos Silva - Ralão

    Acho muito engraçado: “A Argentina pode ser expulsa do FMI”…
    A melhor coisa que o Lula fêz, logo no início, foi expulsar de vez o FMI daqui, acabando com a dependência nefasta que aquele Fundo mantinha com o Governo anterior ditando todas as regras por aqui.
    O governo anterior além de não investir em nada (remember 9 month de apagão) vivia pendurado em empréstimos com aquela Instituição e ainda alardeia que “pavimentou todas as estradas para o Lula governar…
    Lula, o odiado, o apedeuta, o criminalizado pelos “cabeças pensantes, de nosso á país,” conseguiu não só mandar o FMI embora como também guardar quase 400.000.000,00 de dólares, em reservas para nunca mais precisarmos ser tutelados. Se errarmos será por nossa conta e risco. E a plateia agradece.
    Quem tem que se livrar do FMI é a Cristina e não o inverso…

  6. lembro-me

    lembro-me do ze maria a dizer que fmi estava errado, o que veio a confirmar-se. não te lembras eduino=

  7. José santos

    Ah si é o FMI o culpado dos desvarios e da pouca vergonha dos governos corruptos eleitoralista e populistas que endividam desavergonhadamente com o único intuito de se perpetuarem no poder.?
    Este é um discursos cripto marxista para esconder as responsabilidades dos governos do Sul.
    Há que separar a questão em duas partes: um Mundo justo equitativo com organizações mundiais credíveis e responsáveis e o fim dos governos bandidos e criminosos que vivem do desregulamento. São questões morais.

  8. Esta tudo bem com a economia de CV. Ela está blindada.
    Informação de ultima hora:
    1 IUR de 2008 a 2012 vão ser pagos ainda no decorrer deste mes
    2 13º mes já esta garantido
    3 Porto de aguas profundas arranca em Maio
    4 Terminal de cruzeiros tb
    MESTI MANTI AHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

  9. Humm

    Incrível ver gente querer que o país vai ao fundo do poço. Sejam imparciais senhores, a terra é de todos nós, se o governo cai nós tb caimos.

  10. Sumbango-Musteru

    FMI, Repoter Sem Fronteira, BM, Agência de Notação financeira, ONU, Direitos Humanos só servem ao governo de JMN e PAICV se forem dados abonatórios para campanha, se forem contrario esses organismos são irresponsáveis, tolos, erróneos, Burros e ai por diante, caros paicevista sejam sérios porque Mpd, UCID, Carlos Burgos e outros conceituados economistas já tinham alertados, ‘agora ca tem Tadjo eh dixa pau anda na ago’

  11. Carlos Silva - Ralão

    Caro José Santos é claro que os governos corruptos não estão isentos de culpa, mas pior são os corruptores e o FMI, todos sabemos que é uma instituição internacional formada por corruptores que apenas defende os interesses de bancos, multinacionais, etc…, não têm interesse no desenvolvimento social. Todos os países ricos se extruturaram graças a exploração dos pobres corrompendo os governos dos mesmos para sacar o máximo de riqueza, empobrecendo estes.

  12. Carlos Silva - Ralão

    São estes mesmos países ricos que têm maiores dívidas externas, praticamente impossíveis de serem liquidadas. Estes investiram nas respetivas infra-extruturações aumentando as suas dívidas impossíveis de pagar, porquê não podemos fazer o mesmo, ou será que teremos que viver eternamente sem hospitais, aeroportos, estradas, portos, Liceus, Universidades, Complexos Desportivos, etc… Impressinante que sempre que tem estas grandes obras, aparecem os tubarões estrangeiros Construturas, Bancos, etc…

  13. País DESENVOLVIDO

    Não se preocupam pessoal! em 2030 seremos um País desenvolvido! o que estamos a passar é conversa para boi dormir!!! mas até lá peço a Deus que a nossa gang de doidos varidos desse Governo passam a cheirar menos pó antes de abrirem a boca para falarem asneiras, outrora o Caboverdeano era mais ponderado em falar e tomar decissoes que a todos nós dizem respeito.

  14. meste_manti

    Quando as coisas batem certo é a clarividência dos líderes e dos cabo-verdianos quando não é dos outros. Isto não é sério.Não adianta estar a inventar estória de FMI e países ricos etc para justificar a situação cabo-verdiana. Centremos nos nossos problemas, analisemos as razões dos nossos problemas antes de apontar os bode expiatórios, pois existem sempre razões domésticas para os problemas dos países

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.