Apesar da desconfiança SINDEP mantém “namoro” com o Governo

24/04/2013 00:12 - Modificado em 24/04/2013 00:12
| Comentários fechados em Apesar da desconfiança SINDEP mantém “namoro” com o Governo

professorNo Dia dos Professores, a Ministra da Educação, Fernanda Marques, focalizou a sua atenção sobre a “razão da existência” dos professores: os alunos, e almeja um sistema de ensino “sem nenhuma reprovação e nenhum abandono”. Para alcançar este objectivo, pede não só um forte engajamento dos docentes mas também o uso das novas tecnologias. Afirmações que aconteceram no acto central da comemoração do dia que ocorreu na Cidade da Praia.

Para o Primeiro-ministro, José Maria Neves, o sector da educação é o mais complexo pelo volume de recursos que exige. Das reivindicações dos professores, Neves avança que um documento de base está em preparação através da Secretaria de Estado da Administração Pública em conjunto com o Ministério da Educação para ter um “documento que será analisado e discutido com os sindicatos e a classe docente para consensualizar um novo plano de salários e carreiras para os professores”. Espera que esteja pronto ainda neste primeiro semestre de 2013.

Mas Neves adianta que “não há recursos para responder a todas as demandas e a todas as exigências” da classe, mas mostra-se disponível para “fazer tudo o que estiver ao alcance para satisfazer aquelas exigências que o país pode satisfazer”.

Mas em conferência de imprensa para assinalar a data, o Presidente da SINDEP referindo-se aos problemas que a classe reivindica enumera “as progressões, as requalificações, os subsídios pela não redução da carga horária e a entrada no quadro profissionalizante”. Revela haver negociações com o Ministério da Educação que “se comprometeu agora em resolvê-los definitivamente no quadro do novo PCCS e da revisão do estatuto do pessoal docente”.

Para a nova vaga de negociações, Furtado garante estar “sintonizado  com os  princípios defendidos pela classe docente, mas também com o espírito de abertura” para o estabelecimento duma plataforma que está de acordo com os interesses da classe. Apesar da abertura e das negociações, não fecha a porta a outras formas de luta no caso dos interesses da classe não serem atendidos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.