São Vicente pode ficar sem canais da CMSV que transmitem SIC TVI e SPORTV

23/04/2013 00:44 - Modificado em 23/04/2013 00:44

tvOs mindelenses poderão ficar sem receber os sinais dos canais disponibilizados pela Câmara Municipal de São Vicente, se confirmar o facto da CV Telecom pretender desligar os geradores que alimentam as antenas das instituições instaladas no Monte Verde. E com isso os mindelenses sem acesso ao sinal de canais generalistas portugueses como a SIC a TVI e aos temáticos como a SPORTV que acedem gratuitamente.

 

Como explica o Vereador Humberto Lélis, sem os geradores, que fornecem energia as antenas instaladas no Monte Verde, a população irá ficar sem os canais que “há vários anos têm chegado às casas das pessoas”. A preocupação reside então em “manter o fornecimento de energia no Monte Verde para continuar a alimentar as antenas”. Essa alimentação foi assegurada durante vários anos gratuitamente pela CVTELECOM que instalou esse gerador para alimentar as suas antenas. Só que a telefónica já não tem antenas funcionais no Monte Verde e decidiu desligar os geradores, que segundo apuramos , tem um ” gasto substancial” de combustível. Gasto esse , que mesmo que a CVTELECOM ceda os geradores a CMSV esta não tem verba disponível para os alimentar .

 

Para tentar ultrapassar esta situação Lélis avança que a edilidade já tem responsáveis da Câmara Municipal a negociar com a CV Telecom para “manter a situação de fornecimento de energia”. Não avança os parâmetros das negociações mas espera que “as coisas possam continuar na normalidade”.

 

Esta situação pode afectar outras instituições como a RTC que também possui antenas no Monte Verde. Contactada a delegação da RTC no Mindelo, esta avança que ainda não está a par da situação e que não foi feita nenhuma comunicação da CV Telecom à delegação da RTC. Mas o NN. Sabe que a RTC também recebeu uma carta onde essa empresa de telecomunicações informa que vai desligar os geradores do Monte Verde e Monte Tchota , na ilha de Santiago

  1. olheiro

    ques canal era de ques ultima cosa e q tava segura jovens na casa
    sem ques canal?????????????????????????????????????????

  2. Atento.

    É isso aí pessoal! E as obrigações sociais da CVT perante os Mindelenses? será que somente temos de ser fieis aos seus serviços e produtos? o acesso a informação é somente através da internet SUPER CARA?

  3. flavio fernandes

    sem canais de televisão quais quer que sejam e sem sinal de radio essa é a grande verdade traduzindo sem comunicação social

  4. Jackie

    Sem es canal o caminho dos jovens é cair na marginalidade, e mais alcoolismo… enfim sem es canais casa ja k t oia jovens muito, sim porque nem tudo gente t pode liga kel “zap” porque infelizmente nem tudo gente tem kel dnher!!! e kel dnos infelizmente kel televisao d nos é um bokedim pobre :/

  5. Odair

    Esse li é so desculpas de Telecom pam povo pode compra quel pacotes la de Zap, mas nada.

  6. alcindo

    Nao è que se nao tiver televisao agora os jovens saem à rua a matar as pessoas hem!

  7. Mario Silva

    O titulo da noticia confundo os leitores, pºorque na verdade, não seriam somente os mencionados canais que sairiam do ar. O problema é que a CV Telecom que fornece energia electrica ao MNonte Verde, devido a custos elevados, pensa cortar e está a pressionar a ANAC a solicitar a eletra a instalação de rede no Monte verde e também no Monte Tchota, na ilha de Santiago. Portanto a cortar-se o fornecimento, tudo quanto é emitidos nessas duas localidades sairiam do ar, não somente os canais da CMSV.

  8. Osvaldo Dantas

    Sabe-se, que a operação de disponibilizar os canais para a população foi conseguida no primeiro mandato da Drª Isaura Gomes que nela se empenhou pessoalmente, liderou o processo, tendo contado com a intervenção directa, do então, Vereador da Cultura. Porque não ouvi-los?

  9. CidadaoCV

    Isto cheira a “estratégia” da CVT para obrigar os são-vicentinos a aderirem ao Pacote ZAP, que só inclui canais generalistas e só porcarias.Não vale a pena pagar tanto para ter em casa 95% de porcarias. Mas se a questão é energia elétrica, então não vejo problema nenhum. A Electra instala energia no monte verde e fica por conta da taxa de iluminação pública, ou então acrescenta mais 5 escudos para energia do monte verde. E olhe que a Electra fica a ganhar.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.