Presidente da UCID acha que JMN só ouve a oposição quando está ” aflito”

19/04/2013 01:44 - Modificado em 19/04/2013 01:44

ANTONIO MONTEIRO3O deputado nacional e presidente da União Cabo-verdiana Independente e Democrática, UCID, António Monteiro, acusa primeiro-ministro, José Maria Neves, de desviar as atenções dos problemas económicos que afectam o país com estratégias centradas em discursos de união entre as forças políticas de Cabo Verde, quando o mesmo nunca chegou a acontecer.

 

Em declarações à imprensa, Monteiro fala sobre os problemas económicos enfrentados, neste momento, em Cabo Verde, e diz que o primeiro-ministro, “por várias vezes tem dito que irá ter encontros periódicos” com os membros da oposição para se discutir a situação actual da economia no país, mas que tudo não passa de manobras do Governo para chamar a atenção. Acrescenta Monteiro que “a política tem que ser feita com uma certa previsibilidade” e que os “actores políticos têm que ter confiança mútua uns nos outros” para que se possa “defender os interesses de Cabo Verde”.

“Se eu for convidado, estarei com o Senhor primeiro-ministro para levar as questões que consideramos pertinentes”, ressalva o deputado, acrescentando que “o facto de ele ter dito que me irá chamar na próxima semana, não passa de uma simples forma de desviar a atenção da situação que o país enfrenta, porque ele deve ter em mente que o país precisa que os políticos estejam permanentemente a conversar independentemente dos pontos de vistas deste ou daquele”.

  1. Felisberto Mendes

    Esta dito uma pura verdade pelo Presidente da U.C.I.D. acima

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.