” agentes prisionais não têm razões para recorrer à greve”

18/04/2013 00:00 - Modificado em 17/04/2013 23:42
| Comentários fechados em ” agentes prisionais não têm razões para recorrer à greve”

prisao preventivaA Associação dos Agentes de Segurança Prisional de Cabo Verde tomou a decisão de realizar uma greve de três dias para reivindicar o pagamento dos serviços prestados pela classe ao Ministério da Justiça. Mas para o Director-geral dos Serviços Penitenciários e da Reinserção Social, os agentes prisionais não têm motivos para paralisar os trabalhos no mês de Junho.

Jacob Vicente, Director-geral dos Serviços Penitenciários e da Reinserção Social em declarações à RCV afirmou que o Governo e o Ministério da Justiça têm estado a cumprir o acordo. O entrevistado sublinha que o novo plano de carreira foi publicado e que agora, encontra-se em discussão, pelo que deverá ficar concluído na primeira semana de Maio.

O Director-geral dos Serviços Penitenciários e da Reinserção Social defende que “não existem motivos para a greve dos Agentes de Segurança Prisional anunciada no sábado passado, após a reunião da Assembleia-geral, para denunciar a situação laboral”.

Jacob Vicente garante que todas as reivindicações dos agentes de Segurança Prisional estarão resolvidas pelo Governo na primeira semana de Maio, por isso, não há motivo para o anúncio da greve. “As questões não devem ser analisadas de forma isolada, já que existe um trabalho de fundo para a melhoria das condições de trabalho dos agentes, em particular, e do sistema penitenciário cabo-verdiano em geral”.

Recorde-se que o anúncio da greve feito pela AASP-CV surgiu na sequência do incumprimento por parte do Ministério da Justiça de um pré-acordo celebrado em Novembro de 2012.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.