Mais um carro incendiado na Ribeirinha: PJ procura autores pelo incêndio de um Toyota Hiace

15/04/2013 00:58 - Modificado em 15/04/2013 00:58

chamasNo espaço de uma semana, a Polícia Nacional e a PJ registaram dois casos de viaturas incendiadas na zona da Ribeirinha, ilha de São Vicente. Depois do roubo de um táxi na zona de Fonte Felipe e, posteriormente incendiado nas encostas do bairro da Ribeirinha, agora, foi a vez de um Hiace de transporte de passageiros.

 

A Polícia Judiciária e o Comando da Polícia Nacional na ilha de São Vicente estão a realizar diligências para apurarem como é que duas viaturas foram incendiadas na zona da Ribeirinha no espaço de uma semana. É que na madrugada de sábado, dia 13, foi encontrado a arder um carro em frente da residência do seu proprietário, nas imediações da Cadeia de São Vicente.

O dono da viatura, de marca Toyota Hiace, caracteriza a ocorrência como um acto de vandalismo, uma vez que sempre deixou o carro estacionado à porta de casa à noite e, ainda, sublinha suspeitar de um caso de “fogo posto”.

Moisés Rodrigues afirma que “há cerca de dois anos que comprei este veículo e, agora, deparo-me com esta situação. Não estão calculados os prejuízos resultantes do incêndio, mas terei que substituir as cadeiras e há peças danificadas que custam muito dinheiro”.

As autoridades criminais já estão no terreno a investigar mais este caso que deixou avultados prejuízos para o proprietário, uma vez que as chamas queimaram a parte interior do seu veículo. Recorde-se que na noite de 5 Abril um táxi ficou totalmente destruído ao ser incendiado nas encostas da zona da Ribeirinha e que os prejuízos rondam os dois mil contos.

  1. MINDELENSE

    Já é hora de pararmos com essas noticias com conteúdos que a todo custo, tentam encobrir aquilo que todo o mundo vê. Esses dois episódios que vêm acontecendo, assim como vários outros, não são por mero acaso. O alvos sabem quem e os porquês de tudo e eles são os primeiros a quererem tapar o sol com a peneira. Minha gente, esses tais alvos são pessoas conhecidas por todos nós e todos sabemos que, tudo o que conseguem, nem sempre vem de origem licita. É o resultado de negócios mal resolvidos,

  2. MINDELENSE

    continuação – vingança, retaliações. Neste caso o proprietário diz que se trata de um acto de vandalismo. dizem isso para tentarem atrapalhar as investigações, porque não estão interessados que se descubram o real móbil do crime, pois teriam que ajustarem contas com a justiça. Preferem fazer justiça com as próprias mãos. E não tarda muito, mais episódios acontecerão como resposta. Não sei onde vamos parar. essa nossa sociedade, vai de mal a pior. Que a PJ e a PN, não se deixem enganar e..

  3. MINDELENSE

    investiguem a fundo esses indivíduos. “Ess Catchupa tem tucim, e tucim bedj”

  4. santos

    hhahahahahahaha

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.