Freitas do Amaral na UniMindelo para falar de regionalização

12/04/2013 00:45 - Modificado em 12/04/2013 00:45

FreitasO professor Diogo Freitas do Amaral é o convidado da Universidade do Mindelo para falar de regionalização . A palestra , que se realiza hoje , 12 , no Centro Cultural do Mindelo, está inserida nas jornadas académicas dedicadas a cidadania . E é um contributo que essa universidade pretende para o debate sobre a regionalização em Cabo Verde. Anteriormente foram realizadas conferências sobre a regionalização com o Professor Adriano Moreira e o Doutor Onésimo Silveira.

Professor Diogo Freitas do Amaral está no Mindelo, a convite da Universidade do Mindelo aquando das Jornadas dedicadas a cidadania e das actividades da semana do curso de Direito.

Diogo Freitas do Amaral é considerado um reputado especialista no ramo do Direito Público, sendo autor de numerosa bibliografia sobre Direito Constitucional e Administrativo, História das Ideias Políticas, política nacional e política externa e de defesa.

. Foi fundador e presidente do CDS (1974 -1982 e 1988 -1991); deputado e Conselheiro de Estado; Vice-Primeiro-Ministro (1980 – 1982), Ministro dos Negócios Estrangeiros (1980) e Ministro da Defesa Nacional (1981-1982). Foi presidente da União Europeia das Democracias Cristãs (1981-1983) e presidente da 50ª Assembleia Geral da ONU (1995-96). Foi Ministro dos Negócios Estrangeiros no a governo liderado por José Sócrates. É autor de numerosa bibliografia sobre Direito Constitucional e Administrativo, História das Ideias Políticas, política nacional e política externa e de defesa:

Principais obras:

Direito Administrativo (4 volumes)

A Execução das Sentenças dos Tribunais Administrativos

D. Afonso Henriques – Biografia

  1. Joaquim ALMEIDA (Mor

    Apraz-me saber que este cidadao português , FREITAS DO AMARAL , se enontra no MIndêlo para falar deste assunto tao importante neste momento no nosso pais , que é REGIONALIZACAO DAS ILHAS DE CABO VERDE !.. Là chegaremos !!!
    Um Criol na Frânça ; Morgadinho ;

  2. Carlos Silva - Ralão

    Respeito todos aqueles, que mesmo sem conhecer este Sr., possa o admirar, mas o que não entendo em Cabo Verde, é como é que sempre trazem experts/assessores portugueses nessas áreas e nunca conseguiram tornar esses projetos viáveis e aplicados em Portugal? Não seria melhor trazer um expert de um país onde a regionalização funciona ou foi aplicada, para nos orientar na criação aqui, de acordo com a nossa realidade geofráfica e cultural?????

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.